IndyCar: Scott Dixon vence o GP do Japão

O neozelandês Scott Dixon (Ganassi) venceu neste domingo (18/09), o GP do Japão, em Motegi, 15ª etapa da temporada. Foi a segunda vitória de Dixon no ano e 27ª na categoria. O australiano Will Power (Penske) foi o 2º, seguido pelo norte-americano Marco Andretti (Andretti Autosport).

Saindo da pole-position Dixon dominou a prova, liderando 62, das 63 voltas disputadas (Power liderou uma). O piloto da Ganassi recebeu a bandeirada com 3s3 de vantagem sobre Power, que assumiu a liderança do campeonato.  Andretti fechou o pódio.

O canadense Alex Tagliani (Sam Schmidt) foi o 4º, seguido pelo espanhol Oriol Servia (Newman-Haas) e o francês Sébastien Bourdais (Dale Coyne). O francês escapou ileso de um toque com o norte-americano Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport), que provocou a última bandeira amarela. A relargada aconteceu faltando duas voltas.

O brasileiro Helio Castroneves (Penske) terminou em 7º, Castroneves se recuperou, depois de passar reto na primeira curva, e cair para as últimas posições. Contudo após a prova o brasileiro foi punido, por passar o norte-americano JR Hildebrand (Panther), em bandeira amarela na última volta, caindo para 22º.  Hildebrand passou para 7º.

O escocês Dario Franchitti (Ganassi), que liderava o campeonato, se envolveu em um toque com o australiano Ryan Briscoe (Penske), após uma relargada na 26ª volta. O atual campeão levou uma punição, caindo para o final do pelotão na relargada.  Com a punição de Castroneves foi da 9ª para a 8ª posição. O britânico Mike Conway (Ganassi) foi o 9º.

Correndo em casa, Takuma Sato (KV Racing), ainda conseguiu terminar entre os dez primeiros, após se envolver em dois toques. Primeiro no começo da prova, com o estreante brasileiro João Paulo de Oliveira (Conquest). E depois, numa relargada nas voltas finais, com o parceiro de equipe, o venezuelano Ernesto Viso.

Entre os demais brasileiros Tony Kanaan (KV Racing)  terminou na 17ª posição, Bia Figueiredo (Dreyer & Reinbold) em 19º e Vitor Meira (A.J.Foyt), que rodou na penúltima volta, o 24º. O estreante João Paulo de Oliveira (Conquest) abandonou na 19ª volta. Ele provocou a primeira amarela da prova.

Dixon soma 542 pontos, doze a mais do que Franchitti.

A próxima etapa, a penúltima do ano, em Kentucky, acontece no dia 02 de outubro. 

Final:

1 – Scott Dixon – Chip Ganassi – 63 voltas em 1h56m41s0107
2 – Will Power – Penske – 3 “4375
3 – Marco Andretti – Andretti Autosport – 4 “4782
4 – Alex Tagliani – Sam Schmidt – 5 “5913
5 – Oriol Servia – Newman / Haas – 6 “1621
6 – Sebastien Bourdais – Dale Coyne – 6 “6399
7 – JR Hildebrand – Panther – 8 “7436
8 – Dario Franchitti – Chip Ganassi – 9 “0690
9 – Mike Conway – Andretti Autosport- 9 “3816
10 – Takuma Sato – KV – 10 “1187
11 – Danica Patrick – Andretti Autosport – 10 “6995
12 – Graham Rahal – Chip Ganassi – 11 “4555
13 – James Jakes – Dale Coyne – 11 “6119
14 – Simona de Silvestro – HVM – 12 “0651
15 – James Hinchcliffe – Newman / Haas – 12 “5498
16 – Giorgio Pantano – Dreyer & Reinbold – 14 “4549
17 – Tony Kanaan – KV – 15 “8407
18 – Hideki Mutoh – AFS/ Sam Schmidt – 16 “3024
19 – Ana Beatriz – Dreyer & Reinbold – 20 “5159
20 – Ryan Briscoe – Penske – 38 “5887
21 – EJ Viso – KV – 1’39 “0777
22 – Helio Castroneves – Penske – 7 “6856 *
23 – Charlie Kimball – Chip Ganassi – 1 volta
24 – Ryan Hunter-Reay – Andretti Autosport- 1 volta
25 – Vitor Meira – A. J. Foyt – 2 voltas

* Punido por ultrapassar em bandeira amarela

Abandonos
João Paulo de Oliveira – Conquest – 19 voltas   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *