IndyCar: Sébastien Bourdais vence em St. Petersburg

Sébastien Bourdais (Dale Coyne Racing with Vasser Sullivan) venceu neste domingo (11/03) o GP de St. Petersburg, na Flórida, etapa de abertura da temporada 2018 da IndyCar. Foi a 37 vitória de Bourdais na categoria. Os norte-americanos Graham Rahal (Rahal Letterman Lanigan Racing) e Alexander Rossi (Andretti Autosport) completaram o pódio.

Na 198ª, de 200 voltas disputadas, o estreante canadense Robert Wickens (Schmidt Peterson Motorsports), que alinhou na pole, liderava, seguido por Rossi e Bourdais. Quando a bandeira amarela foi acionada, após o britânico Max Chilton (Carlin) bater na barreira de pneus, e ficar parado na pista.

Na relargada Rossi tentou superar Wickens por fora na curva um, e os carros se tocaram. O canadense rodou e bateu no muro. Rossi foi superado por Rahal, mas continuou na pista.

Bourdais, que alinhou apenas na 14ª posição, assumiu a ponta. E com a bandeira amarela agitada, devido o acidente entre Wickens e Rossi, levou o carro até a bandeirada final sem problemas.

O francês também venceu a prova em St. Petersburg no ano passado. Ficando vários meses fora das pistas, depois de um fortíssimo acidente durante os treinos para as 500 Milhas de Indianápolis.

O canadense James Hinchcliffe (Schmidt Peterson Motorsports) terminou em quarto, seguido pelo norte-americano Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport) e o neozelandês Scott Dixon (Chip Ganassi Racing).

Atual campeão o norte-americano Josef Newgarden (Team Penske), o emiradense Ed Jones ( Chip Ganassi Racing), o norte-americano Marco Andretti (Andretti Herta Autosport with Curb-Agajanian) e o australiano Will Power (Team Penske) fecharam os dez primeiros. Segundo no grid, Power rodou logo na largada.

Depois de levar um toque na largada, e derrapar na pista, o brasileiro Tony Kanaan (A.J.Foyt Racing) fez uma prova de recuperação. E terminou na 11ª posição.

O estreante brasileiro Matheus Leist (A.J.Foyt Racing) abandonou na 16ª volta, depois de um acidente. Leist alinhou na terceira posição, mas teve problemas eletrônicos logo no começo, indo para os boxes. De volta à pista, bateu no muro, causando a terceira bandeira amarela da prova.

A próxima etapa acontece em Phoenix, no dia 07 de abril.

Final:

1 – Sebastien Bourdais (Dallara IR18-Honda) – Coyne – 110 voltas
2 – Graham Rahal (Dallara IR18-Honda) – RLL – 0”1269
3 – Alexander Rossi (Dallara IR18-Honda) – Andretti – 0”7109
4 – James Hinchcliffe (Dallara IR18-Honda) – SPM – 1”5175
5 – Ryan Hunter-Reay (Dallara IR18-Honda) – Andretti – 1”9907
6 – Scott Dixon (Dallara IR18-Honda) – Ganassi – 2”2716
7 – Josef Newgarden (Dallara IR18-Chevy) – Penske – 3”3842
8 – Ed Jones (Dallara IR18-Honda) – Ganassi – 4”2992
9 – Marco Andretti (Dallara IR18-Honda) – Andretti – 4”8363
10 – Will Power (Dallara IR18-Chevy) – Penske – 6”1272
11 – Tony Kanaan (Dallara IR18-Chevy) – Foyt – 6”5176
12 – Takuma Sato (Dallara IR18-Honda) – RLL – 7”4005
13 – Simon Pagenaud (Dallara IR18-Chevy) – Penske – 7”9903
14 – Gabby Chaves (Dallara IR18-Chevy) – Harding – 9”2272
15 – Spencer Pigot (Dallara IR18-Chevy) – ECR – 1 volta
16 – Zach Veach (Dallara IR18-Honda) – Andretti – 1
17 – Zachary Claman DeMelo (Dallara IR18-Honda) – Coyne – 1
18 – Robert Wickens (Dallara IR18-Honda) – SPM – 2
19 – Max Chilton (Dallara IR18-Chevy) – Carlin – 2
20 – Charlie Kimball (Dallara IR18-Chevy) – Carlin – 3
21 – Jordan King (Dallara IR18-Chevy) – ECR – 3
22 – Rene Binder (Dallara IR18-Chevy) – Juncos – 10

Volta mais rápida: Alexander Rossi – 1’01″7244

Abandonos:
Jack Harvey (Dallara IR18-Honda) – SPM – 38 voltas
Matheus Leist (Dallara IR18-Chevy) – Foyt – 17

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *