Indycar: Testes em Indianápolis terão efeito no Brasil

Comportamento dos novos motores em altíssima rotação será importante na Reta dos Bandeirantes

A Indycar anunciou que realizará um teste no circuito de Indianápolis visando especialmente a famosa prova de 500 Milhas – a principal do calendário da categoria e um dos maiores desafios do automobilismo mundial. No teste as equipes utilizarão versões de acerto e configurações geométricas de suspensão totalmente voltadas para circuitos ovais – caso de Indianápolis – mas um detalhe em especial será avaliado e terá efeito no traçado de rua montado no Brasil: o comportamento dos novos motores, que fazem sua estreia em 2012. A Itaipava São Paulo Indy 300 Neslté será realizada no dia 29 de abril, no Circuito do Anhembi, com transmissão ao vivo pelas TVs Band e BandSports.

As três marcas de motor – Honda, Chevrolet e Lotus – terão em Indianápolis a oportunidade de verificar o comportamento de seus novos equipamentos em situação de altíssima velocidade. Estas avaliações são normalmente reproduzidas em laboratório, mas somente na pista pode-se verificar com precisão como estes propulsores se comportam no novo chassi DW12 e também qual o desempenho do conjunto em situações de ultrapassagem e muito vácuo.

A super-reta – O Circuito do Anhembi, onde será disputada a Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé, possui a reta mais longa do calendário da categoria. Com 1.500 metros de extensão, trata-se do trecho mais importante e decisivo do traçado brasileiro. Para se ter uma ideia, o oval de Iowa, nona etapa do calendário, tem apenas 1.400 metros. A reta oferece condições de ultrapassagem marcadas especialmente pelo “jogo de vácuo” – estratégia de corrida na qual o piloto utiliza o vácuo do carro da frente como vantagem para ganhar alguns quilômetros a mais que o concorrente. Nestas condições, o comportamento do motor é decisivo e este é um dos elementos que será avaliado em Indianápolis.

Nos testes em Indianápolis as equipes poderão utilizar apenas um carro cada. “Nós tínhamos programado um teste dos fabricantes (de motor e chassi) mas isso foi estendido para as equipes a fim de oferecer a cada uma delas a oportunidade de ter um carro no teste”, disse Will Phillips, vice-presidente de tecnologia da Indycar. “A Dallara trabalhou duro para garantir que as peças necessárias estejam disponíveis, de forma que os times possam testar o novo pacote (aerodinâmico)”. Pilotos novatos não poderão participar do teste já que o Programa de Orientação de Estreantes da Indycar está agendado para o dia 10 de abril, na mesma pista.

INGRESSOS – Os ingressos para a etapa brasileira da IZOD IndyCar Series, que acontece no próximo dia 29 de abril, podem ser adquiridos no site oficial da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé (www.saopauloindy300.com.br) ou pelo endereço eletrônico da Livepass (www.livepass.com.br), além da central telefônica acessada pelo número (11) 4003-1527 (custo de ligação local, mais impostos), de segunda-feira a sábado, das 9h às 21h. Uma bilheteria oficial da prova (sem cobrança de taxa de conveniência) está disponível na capital paulista, no estádio do Morumbi (Praça Roberto Gomes Pedrosa, s/n – Morumbi) com funcionamento de segunda-feira a domingo, das 10h às 18h. A bilheteria não funciona em dias de jogos no estádio. Estudantes, crianças entre cinco e 12 anos – acompanhadas pelos responsáveis -, e idosos acima de 65 anos têm direito a meia-entrada. As instalações também oferecem acessos para portadores de necessidades especiais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *