IndyCar: Will Power erra e Ryan Hunter-Reay vence em Long Beach

O norte-americano Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport) venceu neste domingo (18/04), o GP de Long Beach, nos EUA, 4ª etapa da temporada. Foi a segunda vitória de Reay na categoria. O inglês Justin Wilson (Dreyer & Reinbold) e o australiano Will Power (Penske) completaram o pódio.

Na largada Power, pole-position, manteve a liderança, seguido por Hunter-Reay, Wilson e os brasileiros Tony Kanaan (Andretti Autosport) e Helio Castroneves (Penske).

Power liderou até a 17ª volta, quando errou a troca de uma marcha, sendo superado por Hunter-Reay. Na 25ª volta começaram as paradas nos boxes, para reabastecimento e troca de pneus. Hunter-Reay e Wilson entraram juntos na 27ª volta, e Power duas depois, retornando a pista atrás de Wilson.

Hunter-Reay mantinha a liderança com folga até ficar preso atrás do retardatário inglês Alex Lloyd (Dale Coyne Racing), permitindo a aproximação de Wilson. O piloto da Andretti Autosport levou cinco voltas para superar Lloyd, que fechou a porta para Wilson, quando o compatriota ia fazer a ultrapassagem. Com a asa dianteira quebrada Wilson entrou imediatamente nos boxes na 55ª volta, fazendo o seu último pit stop. Na seguinte Hunter-Reay e Power entraram nos boxes.

Na 60ª volta aconteceu a única bandeira amarela da corrida. O brasileiro Mario Romancini (Conquest Racing) tentou ultrapassar o norte-americano Graham Rahal (Sara Fisher Racing), na curva um, com os dois saindo da pista.

Na 66ª volta aconteceu a relargada, com Wilson passando Power. Hunter-Reay rapidamente abriu cinco segundos de vantagem, marcando a melhor volta da prova na 82ª volta, para vencer pela primeira vez desde Watkins Glen em 2008, quebrando também um jejum de dois aos sem vitoria de um norte-americano na categoria criada por eles em 1909.

O neozelandês Scott Dixon (Ganassi) foi o 4º, seguido por Kanaan. O brasileiro Mario Moraes (KV Racing) foi um dos destaques da prova, ao largar em 15º e terminar na 6ª posição. Castroneves chegou em 7º.

Entre os demais brasileiros Vitor Meira (A.J.Foyt), terminou em 11º e Raphael Matos (Dreyer & Reinbold), na 20ª posição.

Power lidera o campeonato com 172 pontos. Castroneves é o segundo com 130, um a mais do que Hunter-Reay.

A próxima etapa acontece dia 01 de maio com o Grande Prêmio de Kansas, o primeiro do ano em um circuito oval.

Final:

1°. Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti), 85 voltas
2°. Justin Wilson (ING/Dreyer & Reinbold), a 5s6031
3°. Will Power (AUS/Penske), a 8s5864
4°. Scott Dixon (NZL/Chip Ganassi), a 10s6287
5°. Tony Kanaan (BRA/Andretti), a 11s7732
6°. Mario Moraes (BRA/KV), a 16s5171
7°. Helio Castro Neves (BRA/Penske), a 16s8928
8°. Ryan Briscoe (AUS/Penske), a 18s2214
9°. Dan Wheldon (ING/Panther), a 19s4575
10°. Mike Conway (ING/Dreyer & Reinbold), a 19s9307
11°. Vitor Meira (BRA/A.J.Foyt), a 27s4005
12°. Dario Franchitti (ESC/Chip Ganassi), a 28s1352
13°. Hideki Mutoh (JAP/Newman-Haas-Lanigan), a 28s6037
14°. Marco Andretti (EUA/Andretti), a 30s0120
15°. Ernesto Viso (VEN/KV), a 31s6182
16°. Danica Patrick (EUA/Andretti), a 32s1804
17°. Simona de Silvestro (SUI/HVM), a 33s1652
18°. Takuma Sato (JAP/KV), a 1 volta
19°. Alex Lloyd (ING/Dreyer & Reinbold) a 1 volta
20°. Raphael Matos (BRA/De Ferran Luczo Dragon), a 1 volta

Não completaram a prova:

22º Graham Rahal (EUA) Sarah Fisher Racing
23º Mario Romancini (BRA) Conquest Racing
24º Bertrand Baguette (BEL) Conquest Racing
25º Milka Duno (VEN) Dale Coyne

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *