Informação: Problemas com SPAM causa problema a usuários do site

Nos últimos dias o SpeedRacing.com.br sofreu com um problema de SPAM que ocasionou muitos problemas aos internautas e também ao site.

Conseguindo fazer se passar por um usuário do SpeedRacing.com.br, um SPAMMER conseguiu enviar diversos emails aos nossos internautas através de uma conta falsa denominada mail@speedracing.com.br.

Essa conta não é utilizada em nosso serviço de distribuição de notícias a mais de dois anos, porém foi através dessa que conseguiu fazer a comunicação com nossos internautas.

O SpeedRacing.com.br é um site conceituado com quase 9 anos de vida e que sempre teve como bandeira o respeito com seu público. Por esse motivo pedimos desculpas a todos os prejudicados, e mesmo não tendo culpa do ocorrido, informamos que todos aqueles que solicitaram a exclusão de suas contas serão atendidos.

O problema foi solucionado na última quarta-feira (13/05) no final da tarde. Já localizamos a empresa que causou esse problema e estamos acionando tecnicamente e também legalmente a mesma que deverá explicar os reais motivos dos ataques a nossa instituição.

Compreendemos a todos que entraram em contato conosco pedindo explicações, mesmo que no momento não tivéssemos como dar qualquer declaração a respeito. Também gostaríamos de agradecer ao apóio de auxílio de diversos amigos de profissão como Cláudio Reis (Planet Kart), Décio Ribeiro, Roger (GP News), Mané Brasil (Rádio Banda B) entre outros grandes amigos que nos apoiaram nesses dias que se transformaram em uma eternindade.

Para complementar, gostaria de publicar abaixo uma nota dos amigos do Motor Online que explicaram muito bem o ocorrido conosco.

Prezados amigos,
 
Nós da equipe MOTOR ON LINE estamos recebendo cerca de mais de 400 e-mail diários com o título Mail Delivery Subsystem (Failure).
 
Assim como nós, acreditamos que vocês também acharam que se tratava de vírus em alguma máquina do Speed Racing, site de automobilismo. Essa conclusão inicial deve-se ao fato do remetente aparecer como
mailing@speedracing.com.br. Por isso, entramos em contato com o pessoal do Speed Racing, que por sinal, não sabiam o que estava acontecendo e, mesmo não sendo culpa deles, pediram desculpas pelo ocorrido.
 
Se vocês voltarem a examinar mais detalhadamente os cabeçalhos das mensagens que receberam, com a ajuda das informações do site Registro.BR, órgão gestor de toda a Internet no Brasil, vão chegar à conclusão de que o computador com número IP 209.198.85.224 que está enviando esses e-mails não fica no Brasil.
 
Convidamos vocês a fazerem mais um teste: vão no Outlook Express, programa que acredito que a grande maioria das pessoas utiliza (80% ou mais) e alterem as suas contas de e-mails. É fácil:
 
Ferramentas (ou Tools) —-> Contas —-> Propriedades

Na aba “Geral” coloquem como remetente, por exemplo, Michael Schummacher, com e-mail sendo shummy@ferrari.com.it e enviem uma mensagem para vocês mesmos, para o seu e-mail verdadeiro. Podem destrocar em seguida essas falsas informações para receber o e-mail do “Michael Schummacher”. Viram? É fácil, qualquer pessoa pode se passar por outra, qualquer pilantra pode sujar o nome de um site sério.
 
Poderia ter sido com o nosso portal, poderia ser com o e-mail de vocês. Por isso, a maioria dos grandes provedores como UOL, Terra, etc, recomendam que jamais um spam deve ser respondido e jamais deve-se solicitar para sair de uma lista de e-mails, pois isso só vai confirmar que vocês estão recebendo as mensagens e que, portanto, os seus e-mails são válidos.
 
O que está acontecendo é semelhante aos falsos e-mails de banco que vocês recebem, com o título de Bradesco, Caixa Econômica, Banco do Brasil, etc. Com a diferença que nesses casos é no máximo um por dia, pois a intenção é que vocês instalem o programa “Cavalo de Tróia” para capturar seus dados bancários, e mandando centenas de e-mails vocês iriam acabar ligando para o banco para reclamar e descobririam que tratava-se de uma fraude. Por isso, o spammer neste caso é discreto.
 
Dica: para “invalidar” o seu e-mail, responda as mensagens com uma falsa mensagem de erro do seu provedor. Por exemplo, nosso provedor é a Netpar. Portanto, colocando-se como remetente
mailing_deamon@netpar.com.br com a mensagem de retorno Mail Delivery System: Failure (cada provedor tem uma sitaxe própria) faz com que o nosso e-mail seja entendido pelo spammer como inexistente ou bloqueado, e eles perdem o interesse. Já fizemos isso e funcionou. Outra opção é criar um filtro de mensagem (Ferramentas —-> Regras para mensagens) que automaticamente apaga tudo que for indesejável.
 
Esperamos ter contribuido de alguma forma. Um grande abraço a todos.
 
Atenciosamente,
 
Equipe MOTOR ON LINE.

Continuaremos a trabalhar cada vez mais para oferecer a todos os internautas as melhores coberturas e com toda a segurança possível.

um grande abraço a todos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *