Informações: CBA entrará na justiça para paralisar as obras em Jacarepaguá

Em defesa do Autódromo Internacional Nelson Piquet, no Rio, a Confederação Brasileira de Automobilismo entrará na Justiça na próxima terça-feira (7 de fevereiro). Nessa segunda-feira, o presidente da CBA, Paulo Scaglione dará uma entrevista coletiva, juntamente com o advogado que entrará com a ação, Felipe Zeraik.


Sempre reiterando que a CBA não é contra o Pan, mas luta em defesa do automobilismo e para impedir o uso impróprio do autódromo.


Na última sexta-feira, tratores encontravam-se no autódromo carioca limpando a vegetação com a finalidade de iniciar as obras de um complexo aquático, uma area multiesportiva e um velódromo para a disputa dos Jogos Pan-Americanos de 2007.


No início de dezembro do ano passado, tanto a CBA quanto Cláudio Capparelli (Presidente da Associação Carioca de Automobilismo) entraram com uma representação junto ao Ministério Público do Rio de Janeiro. Ambos têm a mesma opinião, sendo que a CBA entrou ainda com uma representação no Tribunal de Contas, com a alegação de que as obras no autódromo irão gerar dívidas para a cidade. Capparelli se mostra otimista para conseguir a intervenção das obras em Jacarepaguá e manter o autódromo do jeito que está.


Capparelli completa afirmando não conseguir ver qualquer tipo de benefício na iniciativa da prefeitura afirmando que, caso as obras aconteçam, serão construídos prédios sem ter o saneamento adequado. Assim, o esgoto será despejado na lagoa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *