International GT Open: Brasileiros dominam etapa de Hungaroring


TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Os brasileiros dominaram a quarta etapa da temporada, disputada no Circuito de Hungaroring, na Hungria. Daniel Serra, em dupla com o italiano Marco Cioci (Ferrari 488/Luzich Racing) venceu a primeira prova, com a dupla Allan Khodair/Marcelo Hahn (Mercedes AMG-GT3/Drivex School) sendo os vencedores da segunda etapa.

No sábado (07/07) Serra/Cioci alinharam na pole, e venceram a primeira prova da etapa (sendo também os vencedores na classe Pro). A dupla Valentin Pierburg/Tom Onslow-Cole (Mercedes AMG GT3/SPS Automotive Performance) terminou em segundo (vencedores na classe Pro-Am), seguida pela dupla Giuseppe Crestani/Miguel Ramos (Lamborghini Huracan/Daiko Lazarus Racing).

International GT Open: Brasileiros dominam etapa de Hungaroring

A dupla Riccardo Agostini/Rik Breukers (Lamborghini Huracan/Imperiale Racing) terminou em quarto, seguido pela dupla Mikkel Mac Jensen/Ale Pier Guidi (Ferrari 488/Luzich Racing). A dupla Andrea Bertolini/Daniele Di Amato (Ferrari 488/RS Racing) chegou em sexto lugar.

Hahn/Khodair terminaram em 10º no geral, e quinto na classe Pro-Am. Os brasileiros Cacá Bueno e Ricardo Baptista (Mercedes AMG GT/Drivex School) chegaram em 17º no geral (10º na Pro-Am).

O brasileiro Giulio Borlenghi, em dupla com o polonês Andrzej Lewandowski (Lamborghini Huracan/VSR) foi o 19º (quarto na classe Am).

A dupla Alexander Hrachowina/Martin Konrad (Mercedes AMG /HTP) venceu na classe Am.

Os outros brasileiros na prova, Fernando Rees, em dupla com o italiano Damiano Fioravanti (Lamborghini Huracan/Ombra Racing), e Thiago Marques/Márcio Basso (BMW M6/ BMW Team Teo Martín) abandonaram.

No domingo (08/07) Khodair/Hahn alinharam na pole, e venceram a segunda prova (vencendo também pela classe Pro-Am) Agostini/Breukers terminaram em segundo (vencedores na classe Pro), seguidos pela dupla Edoardo Liberati/Kang Ling (Lamborghini Huracan/VSR).International GT Open: Brasileiros dominam etapa de Hungaroring

“Estamos muito felizes com esta conquista e com este feito inédito. Corro com o Marcelo há dez anos, conquistamos um título sul-americano de GT, mas, para mim, esta foi a nossa maior vitória. Consegui sair na pole com uma volta muito rápida no treino classificatório, o que foi fundamental. Depois, na corrida, larguei bem, abri vantagem, e o Marcelo assumiu o carro na segunda metade da prova com uma tocada simplesmente perfeita. Temos que comemorar este feito que, com certeza, serve de combustível para seguirmos ainda mais fortes para brigar pelo título deste ano”, avaliou Khodair.

“Quando o Allam marcou a pole, comemoramos muito porque sabíamos que ela seria essencial na construção da nossa vitória. Mas não na categoria geral, e sim na PROAM. A vitória na geral foi algo que se construiu durante a prova, quando eu entrei no carro e consegui imprimir um ritmo muito forte, segurando a vantagem sobre os demais carros e mantendo a ponta sem sofrer nenhuma ameaça. Meu objetivo era virar rápido, sem errar e consegui levar isso até o final. Sem dúvidas uma das maiores conquistas da minha carreira”, finalizou Marcelo Hahn.

 

Rees/Fioravanti terminaram em quarto (terceiro na Pro). As duplas, Giovanni Venturini/Jeroen Mul (Lamborghini Huracan/Imperiale Racing) e Fran Rueda/Andrés Saravia (BMW M6/Teo Martin) fecharam os seis melhores.

Serra/Cioci terminaram em 11º (sexto na Pro). Bueno/Baptista foram 15º (oitavo na Pro-Am).

Borlenghi/Andrzej Lewandowski terminaram em 17º, sendo os vencedores na classe Am. Marque/Basso abandonaram.

No geral, Mac lidera o campeonato com 72 pontos, seguido por Saravia/rueda com 62 pontos. Pier Guidi é o terceiro com 56. Fioravanti/Rees ocupam a nona posição com 37. Hahn é o 12º com 26. Khodair soma 21, em 15º. Nicolas Costa, também com 21, é o 17º. Serra, com 15 pontos, ocupa a 19º posição. Allan Hellmeister, com cinco, é o 23º.

Pela Pro-Am Ramos/Crestani lideram com 51 pontos. Hahn é o terceiro com 45, seguido por Khodair com 33.

Sábado 7 julho 2018, prova 1:

1 – Cioci/Serra (Ferrari 488) – Luzich – 39 voltas
2 – Pierburg/Onslow-Cole (Mercedes AMG GT3) – SPS – 3″917
3 – Crestani/Ramos (Lamborghini Huracan) – Lazarus – 4″590
4 – Agostini/Breukers (Lamborghini Huracan) – Imperiale – 5″037
5 – Pier Guidi/Mac (Ferrari 488) – Luzich – 5″640
6 – Bertolini/Di Amato (Ferrari 488) – RS – 8″378
7 – Hook/Parrow (Ferrari 488) – Rinaldi – 22″532
8 – Rueda/Saravia (BMW M6) – Teo Martin – 24″192
9 – Salikhov/Perel (Ferrari 488) – Rinaldi – 24″536
10 – Hahn/Khodair (Mercedes AMG-GT3) – Drivex – 25″509
11 – Ellis/Wilkinson (Audi R8) – Optimum – 27″081
12 – Sowery/Cipriani (Lamborghini Huracan) – Lazarus – 28″626
13 – Jedinski/Lisowski (Audi R8) – Olimp – 31″546
14 – West/Rugolo (Ferrari 488) – Luzich – 34″588
15 – Hrachwina/Konrad (Mercedes AMG GT3) – HTP – 40″459
16 – Konopka/Calko (Lamborghini Huracan) – VSR – 1’07″831
17 – Bueno/Baptista (Mercedes AMG GT) – Drivex – 1’19″463
18 – Coimbra/Silva (Mercedes AMG GT3) – 1’39″589
19 – Borlenghi/Lewandowski (Lamborghini Huracan) – VSR – 1’45″883
20 – Jedinski (Audi R8) – Olimp – 4 voltas

Domingo 8 julho 2018, prova 2:

1 – Hahn/Khodair (Mercedes AMG-GT3) – Drivex – 32 voltas
2 – Agostini/Breukers (Lamborghini Huracan) – Imperiale – 1″792
3 – Liberati/Ling (Lamborghini Huracan) – Sospiri – 5″181
4 – Rees/Fioravanti (Lamborghini Huracan) – Ombra – 7″048
5 – Venturini/Mul (Lamborghini Huracan) – Imperiale – 11″204
6 – Rueda/Saravia (BMW M6) – Teo Martin – 23″082
7 – West/Rugolo (Ferrari 488) – Luzich – 30″167
8 – Liang/Giammaria (Lamborghini Huracan) – Imperiale – 33″555
9 – Jedinski/Lisowski (Audi R8) – Olimp – 33″842
10 – Ellis/Wilkinson (Audi R8) – Optimum – 39″254
11 – Cioci/Serra (Ferrari 488) – Luzich – 40″277
12 – Bertolini/Di Amato (Ferrari 488) – RS – 40″682
13 – Crestani/Ramos (Lamborghini Huracan) – Lazarus – 43″008
14 – Salikhov (Ferrari 488) – Rinaldi – 43″994
15 – Bueno/Baptista (Mercedes AMG GT) – Drivex – 46″835
16 – Hook/Parrow (Ferrari 488) – Rinaldi – 49″028
17 – Borlenghi/Lewandowski (Lamborghini Huracan) – VSR – 55″118
18 – Coimbra/Silva (Mercedes AMG GT3) – 57″947
19 – Pier Guidi/Mac (Ferrari 488) – Luzich – 58″302
20 – Hrachwina/Konrad (Mercedes AMG GT3) – HTP – 1’00″166
21 – Pier Guidi/Mac (Ferrari 488) – Luzich – 8 voltas

Campeonato:

1. Mac 72; 2. Saravia-Rueda 62; 3. Pier Guidi 56; 4. Venturini-Mul 48; 5. Di Amato 46; 6. Agostini-Breukers, 42.

Compartilhar
TwitterFacebookWhatsAppGoogle+Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *