IRL: Após prova difícil no Kentucky, Meira já faz planos para Sonoma

Brasileiro aposta no bom desempenho da Panther nos circuitos com essa característica para se manter em quinto no campeonato.


Vitor Meira vê o GP do Kentucky como parte do passado. O sexto lugar que conquistou na corrida do último domingo (13), válida pela 12ª e antepenúltima etapa da temporada 2006 da Fórmula Indy, representou um resultado abaixo de sua média na segunda fase do campeonato. Ainda em quinto na tabela de pontos, o piloto brasileiro da Panther já faz planos para a próxima corrida, marcada para o dia 27 de agosto no circuito misto de Sonoma.

“No Kentucky, nosso carro simplesmente estava ruim, não há muito o que dizer. As características da pista, as ondulações, tudo isso dificultou muito o nosso trabalho. Esse sexto lugar era o máximo que dava para a gente conseguir nessas condições”, avalia Vitor, que permaneceu no Kentucky na segunda-feira (14), para comandar em pista os testes encomendados pela Firestone para desenvolvimento dos pneus que será utilizados na Indy em 2007.

A sexta posição no GP do Kentucky manteve o brasileiro da Panther em quinto na tabela de pontos do campeonato. Ele está a 37 pontos do neozelandês Scott Dixon, segundo na corrida e quarto na classificação geral da temporada. “Eu reconheço que ficou bem mais difícil conseguir o quarto lugar no campeonato, era essa a nossa idéia antes da corrida, mas vamos continuar tentando. Muita coisa pode acontecer nas duas últimas corridas”, espera.

Meira nutre uma expectativa especial para a disputa em Sonoma. “Nosso desempenho nos mistos, neste ano, tem sido muito bom. Essa pista tem algumas características um pouco diferentes, mas acredito que nós vamos conseguir mais um bom resultado”, torce. No misto de St. Petersburg, na segunda prova, ele foi quinto, ainda na fase inicial do trabalho de reestruturação da Panther. Em Watkins Glen, na quinta etapa, ficou em segundo.

Faltando duas provas para o fim da temporada, a liderança está nas mãos do norte-americano Sam Hornish Jr. Com quatro vitórias – a última conquistada no Kentucky –, o piloto da Penske tem 418 pontos, sete a mais que o brasileiro Helio Castroneves, seu companheiro de equipe. O inglês Dan Wheldon está em terceiro, com 394. Dixon, companheiro de Wheldon na Ganassi, tem 385. Meira soma 348. O brasileiro Tony Kanaan, da Andretti Green, é sexto, com 339.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *