IRL: Dixon vence em Sonoma e é o novo líder da temporada

O neozelandês Scott Dixon, da Ganassi, venceu neste domingo (26/08), o GP de Sonoma, 15º etapa da temporada. Foi a 4º vitória de Dixon no ano. O brasileiro Helio Castroneves, da Penske, foi o 2º, seguido pelo escocês Dario Franchitti, da Andretti-Green, em 3º.

Saindo da pole-position, Franchitti, que chegou a Sonoma na liderança do campeonato, manteve o controle durante quase toda a prova. Até seu, pelo menos na teoria, companheiro de equipe, Marco Andretti, aparecer em sua vida, na 68º volta. A corrida estava monótona, sem nenhuma bandeira amarela e Franchitti já tinha até ganho os três pontos por liderar o maior número de voltas. E seguia tranqüilo para a vitória, necessária diante do crescimento de Dixon e Tony Kanaan na tabela de pontos.


Na 58º volta começou a terceira rodada de idas aos boxes dos líderes. Kanaan foi o primeiro a parar, depois Franchitti e algumas voltas depois, Dixon. O neozelandês conseguiu abrir vantagem para voltar à frente de Franchitti, mas devido aos pneus frios, pouco depois foi superado pelo escocês. Andretti, filho do patrão, Michael, assumiu a liderança ocasionalmente, e logo parou nos boxes para seu reabastecimento e troca de pneus.


Marco saiu dos boxes, fez o S em subida, e partiu para a curva a direita. Franchitti estava lá e acertou o parceiro, que foi parar fora da pista. Franchitti teve o bico do carro avariado, mas continuou na pista. A bandeira amarela foi acionada pela primeira vez no dia.


Na relargada Dixon foi para cima de Franchitti, o passando depois de cinco curvas. A Andretti-Green mandou Tony segurar o resto do povo, para Franchitti não perder mais posições, mas Castroneves não estava a fim de colaborar e passou o baiano e depois o avariado escocês. O piloto da Penske foi para cima de Dixon, mas o toque entre os norte-americanos Scott Sharp, da Rahal-Letterman, e A.J.Foyt IV, da Vision, ajudou o neozelandês.


Castroneves pressionou Dixon nas quatro voltas finais, chegando 0s5449 atrás. Franchitti segurou o terceiro lugar e Kanaan, fazendo o papel de escudeiro, viu suas chances de chegar ao bi-campeonato se esvaírem. O brasileiro Vitor Meira, da Panther, foi o 9º colocado.


Dixon assumiu a liderança do campeonato, com 560 pontos, quatro a mais do que Franchitti. Kanaan, em 3º, tem 498.


A próxima etapa acontece no dia 02 de setembro, em Detroit.


Final:


1 – Scott Dixon – Ganassi – 80 laps
2 – Helio Castroneves – Penske – 0″544
3 – Dario Franchitti – Andretti/Green – 8″381
4 – Tony Kanaan – Andretti/Green – 8″986
5 – Sam Hornish – Penske – 9″947
6 – Danica Patrick – Andretti/Green – 10″372
7 – Dan Wheldon – Ganassi – 10″809
8 – Tomas Scheckter – Vision – 12″685
9 – Vitor Meira – Panther – 12″978
10 – Kosuke Matsuura – Aguri/Panther – 14″970
11 – Buddy Rice – Rahal – 1 volta
12 – Darren Manning – Foyt – 1 volta
13 – Ed Carpenter – Vision – 1 volta
14 – Scott Sharp – Rahal – 1 volta


Abandonos:


Ryan Hunter Reay – 5 voltas
Sarah Fisher – 28 voltas
Marco Andretti – 68 voltas
Anthony Foyt – 71 voltas


Campeonato:


1.Dixon 560;
2.Franchitti 556;
3.Kanaan 498;
4.Wheldon 414;
5.Hornish 409;
6.Castroneves 398;
7.Patrick 365;
8.Sharp 363;
9.Scheckter 328;
10.Andretti 325;
11.Rice 312;
12.Meira 307;
13.Manning 288;
14.Carpenter 275;
15.Foyt 273.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *