IRL: No salve-se quem puder de Iowa, Franchitti vence a prova

O escocês Dario Franchitti, da Andretti-Green, venceu neste domingo (24/06), o GP do Iowa, oitava etapa da temporada. Foi a segunda vitória de Franchitti no ano, que lidera o campeonato. Em 2º, fazendo a dobradinha da Andrett-Green, chegou o norte-americano Marco Andretti, seguido compatriota Scott Sharp, da Rahal-Letterman.

Logo na largada foi acionada a primeira bandeira amarela, com a rodada do inglês Dan Wheldon, da Ganassi, que acabou levando Tomas Schecker, da Vision. O sul-africano abandonou na hora. Na 12º volta a prova começou pra valer, com o pole-position, o neozelandês Scott Dixon, da Ganassi, indo para os boxes, e ficando com problemas elétricos. O brasileiro Helio Castroneves, da Penske, assumiu a liderança.


Castroneves manteve a ponta até a 69º volta, quando entrou para seu pit stop, rodando quando saída dos boxes. A bandeira amarela foi acionada. Vários pilotos também pararam com o brasileiro Vitor Meira, da Panther, aparecendo na frente da prova, com Helio caindo para 15º.


A prova recomeçou na 83º volta, e três voltas depois o brasileiro Tony Kannan, da Andretti-Green, bateu no muro, levando junto o norte-americano Jefff Simmons, da Rahal-Letterman. Meira mantinha a ponta, seguido por Andretti, e a norte-americana Danica Patrick, da Andrett-Green.


Na relargada, na 98º volta, uma confusão fez o carro de segurança retornar a pista. O norte-americano A.J.Foyt IV, da Vision, vinha em 4º, atrás de Patrick, que acabou se assustando com o carro, que vinha por fora, tocando em Ed Carpenter, também da Vision, que bateu em seu companheiro de equipe. Castroneves e o japonês Kosuke Matssura, da Super-Aguri Panther também se envolveram na confusão. Apenas Castroneves e Carpenter continuaram na prova, depois de irem aos boxes, repararem seus carros. Helio trocou o bico do Dallara-Honda.


Meira era o líder, seguido por Andretti e Franchitti. Helio era o 9º. Depois de Dixon retornar a prova na 91º volta, dezesseis voltas depois, Wheldon também voltou a pista.


Meira manteve a ponta na relargada, na 120º volta. Devido a detritos do carro de Wheldon a bandeira amarela reapareceu na 144º volta. Todos foram para os pits, com Meira fazendo uma parada demorada, perdendo três posições.


O norte-americano Buddy Rice, da Dreyer & Reinbold, não parou e assumiu a liderança, seguido por Franchitti, Andretti, Sharp e Meira. A prova reiniciou na 150º volta, com Franchitti indo para a ponta pela primeira vez na corrida.


Na 214º volta Franchitti parou nos boxes, com Andretti e Meira parando juntos na seguinte. A suspensão dianteira esquerda do carro de Meira quebrou sozinha quando ele entrava nos boxes, arruinando a chance de seu primeiro bom resultado no ano.


Apenas dez carros continuavam na pista.  Franchitti liderava, com Andretti em 2º e Sharp a seguir. A última amarela aconteceu na 231º volta, devido a detritos que permaneciam na pista, depois de tantos toques e carros quebrados.


Andretti pressionou Franchitti nas voltas finais, com o escocês vencendo por apenas 0.0681 de vantagem. Sharp, em 3º, chegou quase um segundo depois. Os demais sobreviventes da prova no novo circuito, de apenas 0,875 milha, foram: Buddy Rice, o inglês Darren Manning, da A.J.Foyt, Carpenter, a norte-americana Sarah Fisher, da Dreyer & Reinbold, e Castroneves, na 8º posição. Dixon e Wheldon também completaram a prova, mas com 77 e 105 voltas de atraso, respectivamente.


E como já está virando costume, para desespero de quem assiste a prova, a Rede Bandeirantes mais uma vez cortou o final da prova, desta vez para mostrar o Campeonato Brasileiro de Futebol. Pelo visto a emissora não liga para o público. Pelo menos para o público fã da IRL.


Franchitti lidera o campeonato, com 306 pontos. Kanaan, o vice-líder tem 255, um a mais do que Dixon. Castroneves, com 226, é o 6º colocado. Meira, em 8º, tem 185.


A próxima etapa acontece no dia 30 de junho em Richmond.


Final:


1.    Dario Franchitti  250  voltas   
2.    Marco Andretti a  0.0681   
3.    Scott Sharp  a  0.9896   
4.    Buddy Rice  a  3.1849   
5.    Darren Manning  a  0.9730   
6.    Ed Carpenter  a  3 voltas   
7.    Sarah Fisher  247  55.6412   
8.    Helio Castroneves  a 1 volta


Abandonos:   
Vitor Meira  216  voltas
Scott Dixon  173  voltas
Dan Wheldon  145  voltas
AJ Foyt IV  99 voltas
Danica Patrick  99 voltas
Sam Hornish Jr  99  voltas
Kosuke Matsuura  99  voltas
Tony Kanaan  85  voltas
Jeff Simmons  85 voltas
Milka Duno  60  voltas
Tomas Scheckter 0 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *