IRL: Sam Hornish Jr e o seu pai provocam confusão com Kanaan após a corrida

Tony Kanaan completou o GP de Watkins Glen deste domingo (8) na quarta posição. No entanto, após o termino da décima etapa da Fórmula Indy, as atenções se voltaram mais ao brasileiro e ao norte-americano Sam Hornish Jr. do que ao vencedor, o neozelandês Scott Dixon, da Chip Ganassi.

O piloto da Penske foi tirar satisfação com o brasileiro assim que deixava o cockpit do carro número 11. Kanaan foi em direção ao piloto, que fazia gestos irônicos. Após uma rápida discussão, o pai de Hornish, Sam, empurrou bruscamente o baiano. Tal atitude revoltou alguns integrantes da Andretti Green, que trocaram empurrões com Hornish Jr. e integrantes da equipe Penske.

“Isso que dá trazer o pai no autódromo. Foi um acidente de corrida, apesar de achar que ele forçou a ultrapassagem e estar completamente errado. Ele continuou na pista e eu perdi duas posições; mesmo assim, o cara veio falar um monte para mim”, declarou Tony, que definiu o comportamento do pai de Hornish como “lamentável”. “Eu não ia brigar com o Hornish, muito menos socá-lo. Lógico, tinha acabado de sair do carro e o sangue ainda estava quente, mas estávamos discutindo até o pai dele me empurrar daquele jeito. Apesar do que ele fez, jamais agrediria um senhor de idade”, completou o brasileiro.

No único resultado que interessa, Kanaan assumiu a 3ª colocação no campeonato com 319 pontos, 71 atrás do escocês Dario Franchitti, seu companheiro na Andretti Green, que terminou na 3ª colocação no GP deste domingo. A próxima corrida da Fórmula Indy será o GP de Nashville, no próximo sábado (14) à noite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *