IRL: Sexto no GP do Texas, Vitor Meira faz piada sobre ‘meio-acidente’ na corrida

Com princípio de pane seca, piloto brasileiro da Panther perde
duas posições na última volta da sexta etapa da Fórmula Indy.


Depois dos problemas que enfrentou desde os primeiros treinos com a falta de rendimento de seu motor, Vitor Meira festejou a sorrisos largos seu sexto lugar no GP do Texas. O brasileiro da Panther, 13º no grid, teve uma atuação conservadora na prova deste sábado (10), valendo-se da estratégia de pit stops da equipe para ganhar posições na fase final da disputa, que teve outro brasileiro, Helio Castroneves, como vencedor.

Meira, após seu penúltimo pit stop, firmou-se em sétimo lugar. Na última parada, a sete voltas da bandeirada final, subiu para quarto, posição que manteve até a última volta – com princípio de pane seca, foi ultrapassado por Sam Hornish Jr. e Scott Sharp. “No último pit, nós colocamos só um pouquinho de metanol para ganhar tempo. Se tivéssemos combustível para mais uma reta em ritmo forte, eu seria o quarto colocado”, comentou.

O trabalho da Panther deixou Meira satisfeito. “A equipe executou muito bem a estratégia. Nós acertamos o carro para andar bem pela linha externa, algo que a Panther sempre fez aqui no Texas. Como a equipe já ganhou essa corrida cinco vezes, os dados acumulados nas temporadas anteriores são extremamente confiáveis”, considera o piloto, que terminou entre os dez primeiros pela quinta vez e está em sexto na classificação do campeonato, com 152 pontos.

Vivendo um bom clima na equipe, Meira até fez piada sobre a batida que levou de Kosuke Matsuura na metade da corrida. “Consegui tirar um patrocinador de outro carro”, divertiu-se. O piloto japonês bloqueou o brasileiro e o deixou muito próximo do muro. Os dois carros se tocaram e o pneu de Matsuura estampou um círculo na lateral esquerda do Dallara-Honda de Meira, marca que se assemelhou à de um patrocinador. “Foi um meio-acidente”, definiu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *