IRL: Tony Kanaan vence a 5ª corrida do ano

Baiano faturou no circuito misto de Detroit neste domingo.

 


Com uma estratégia ousada e contando com a competência na pista, Tony Kanaan conquistou neste domingo (2) o GP de Detroit, penúltima etapa da Fórmula Indy. Com o triunfo, o brasileiro se tornou o maior vencedor do ano ao somar cinco vitórias – também Motegi, Milwaukee, Michigan e Kentucky. Além disso, o baiano viu sua diferença despencar de 62 para 39 pontos em relação à liderança da competição, e mantendo as chances do bicampeonato. Os seus maiores adversários pelo título, Dario Franchitti e Scott Dixon, se envolveram num acidente na penúltima volta. Franchitti retomou a ponta da tabela com apenas três pontos de vantagem para o neozelandês.


 


“Eu avisei ontem que a estratégia seria crucial nessa corrida, e foi por isso vencemos hoje. Minha equipe fez um excelente trabalho nos pits e consegui manter nossa tática na pista. Foi uma grande corrida e estou muito feliz”, disse o brasileiro. “Muitos duvidaram de que a gente ia brigar pelo título na última prova, mas estamos aí. Lógico, ainda é difícil, mas ser o maior vencedor do ano e levar a disputa para Chicago é um grande feito para a nossa equipe”, enfatizou o campeão da categoria em 2004.


 


O baiano da Andretti Green largou na quarta posição, ultrapassou Dixon, da Ganassi, na largada e se manteve entre os líderes. Na penúltima visita aos boxes, ganhou a posição de Franchitti, seu companheiro de equipe, e contou com uma estratégia para economizar combustível. A jogada deu certo e Kanaan soube manter a dianteira e cruzar a linha de chegada sob bandeira amarela, devido o acidente entre Dixon e Franchitti. Na corrida de número 80 na carreira do brasileiro na Fórmula Indy, Tony atinge a sua 12ª vitória desde a sua estréia em 2003. Companheira de Kanaan, a norte-americana Danica Patrick completou a dobradinha da AGR na segunda posição. O inglês Dan Wheldon, da Chip Ganassi, fechou o pódio na terceira colocação.


 


O resultado nas bonitas ruas de Belle Isle mantém as chances de título do piloto do carro número 11, pois ainda estão em disputa os 53 pontos da última etapa da Fórmula Indy, que decidirá o campeão 2007, no próximo domingo (9), no oval de 1,5 milha de Chicago.



 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *