IRL: Tony Kanaan vence GP de Detroit. Dario Franchitti retoma liderança do campeonato

O brasileiro Tony Kanaan, da Andretti-Green, venceu neste domingo (02/09), o GP de Detroit, nos EUA, 16º etapa da temporada. Foi a sua 5º vitória no ano. Em 2º chegou a norte-americana Danica Patrick, fazendo a dobradinha da Andretti-Green. O inglês Dan Wheldon, da Ganassi, completou o pódio.


O brasileiro Helio Castroneves, da Penske, saindo da pole, manteve a ponta da corrida até fazer seu primeiro pit stop, na 26º volta. Ele foi o último dos ponteiros a parar, voltando em 4º, devido ao tempo perdido atrás de retardatários.


O escocês Dario Franchitti, da Andretti-Green, assumiu a liderança, seguido por Kanaan e o neozelandês Scott Dixon, da Ganassi. Um múltiplo acidente, na 31º volta, envolveu o norte-americano Sam Hornish Júnior, da Penske, suas compatriotas, Sarah Fisher, da Dreyer & Reinbold e Danica Patrick e o brasileiro Vitor Meira, da Panther. Fisher e Meira abandonaram na hora e a bandeira amarela foi acionada. Hornish voltou para a prova, 13 voltas depois.


Na 47º volta Patrick provocou uma nova amarela ao bater em Scott Sharp, da Rahal-Letterman. O norte-americano foi para os boxes, retornando algumas voltas depois a pista.


Com os pilotos parando para troca de pneus e reabastecimento, o norte-americano Buddy Rice, da Dreyer & Reinbold, numa janela diferente de paradas, assumiu a frente da corrida. Patrick, depois de dois acidentes, era a 2º.


Na 50º volta o norte-americano Ed Carpenter, da Vision, rodou e ficou parado na pista pela segunda vez na prova. Patrick foi para a ponta, com a parada de alguns nos boxes. Com a bandeira verde, Patrick abriu 2,5 segundos de vantagem para Wheldon, até parar o inglês parar nos pits, na 64º volta. Duas voltas depois, a da musa da IRL fez mais um parada.


Franchitti voltou a liderança seguido por Dixon e Kanaan. Na 64º volta, Castroneves e o sul-africano Tomas Scheckter, da Vision, na luta pelo 4º lugar, bateram, com ambos abandonando e provocando mais uma bandeira amarela no circuito de rua de Belle Isle.


Com Franchitti e Dixon parando nos pits, Kanaan foi para o primeiro lugar. A prova recomeçou na 72º volta.


Faltando apenas duas voltas para a bandeirada final Rice, Dixon e Franchitti bateram. Eles ocupavam, respectivamente, a 2º, 3º e 4º posições na prova, que terminou em bandeira amarela. Dixon tentou passar Rice, rodou e atingiu Franchitti. O escocês conseguiu cruzar a linha de chegada, em 6º.


Franchitti é novamente o líder do campeonato, com 587 pontos. Dixon, na vice-liderança, tem três pontos a menos. Kanaan em 3º, soma 548 e mantém as chances de ser bi-campeão.


A última etapa acontece no dia 09 de setembro, em Chicago.



Confira a classificação final da etapa de Detroit:

1 Tony Kanaan  90 voltas em 2h13m19s 
2 Danica Patrick a 0.4865
3 Dan Wheldon a 1.2207
4 Darren Manning a 1.9217
5 Kosuke Matsuura a 1 volta
6 Dario Franchitti a 1 volta
7 Buddy Rice a 2 voltas   
8 Scott Dixon a 2 voltas
9 AJ Foyt IV a 2 voltas  
10 Ed Carpenter a 2 voltas
11 Scott Sharp a 7 voltas
12 Sam Hornish Jr a 14  voltas
13 Tomas Scheckter a 22 voltas
14 Helio Castroneves a 22 voltas
15 Vitor Meira a 58 voltas
   
16 Sarah Fisher a 60 voltas
17 Marco Andretti a 62 voltas
18 Ryan Hunter-Reay a 65 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *