Kart: 10ª Copa Brasil foi encerrada com festa em Itumbiara

Foi encerrada na tarde deste sábado, no Kartódromo Dr. Henrique Santillo, em Itumbiara – GO, a 10ª edição da Copa Brasil de Kart. 159 pilotos de todas as regiões do país participaram deste evento que, em grau de importância, perde somente para o Campeonato Brasileiro.

Após participarem das primeiras baterias, que foram realizadas no dia de ontem, pilotos e equipes chegaram hoje ao kartódromo com a responsabilidade de buscarem o título na última e decisiva prova de cada uma das 11 categorias que compôs o evento.


A surpresa do dia ficou por conta do clima. Após uma semana de muito calor e baixíssima umidade do ar, no final da manhã uma forte ventania assolou a região do kartódromo, na metade da bateria da Cadete, obrigando, inclusive, o encerramento desta prova antes do previsto, quando foram decorridos 75% da bateria. Esta ventania trouxe em seguida uma chuva que permaneceu por cerca de meia hora molhando a pista e reduzindo um pouco a temperatura.


Na pista as disputas foram muito quentes e, em algumas categorias, que tiveram provas dominadas por um único piloto no dia de ontem, trouxeram outros vencedores na final e mudaram a cara da competição.


Pela categoria Novatos o paranaense Pietro Fantin venceu novamente a prova de hoje e, com duas vitórias, comemorou bastante o título de sua classe. Luana Pedrosa (RJ) ficou com o vice-campeonato e Luir Miranda (RJ) com o terceiro lugar.


Na categoria Júnior, após chegar em segundo na primeira bateria, o mineiro Guilherme Silva superou o pole Jonathan Louis (PR) e sob muita pressão durante toda a prova venceu e ficou com o título. Louis chegou na terceira posição e ficou com o vice. Felipe Fraga (TO) chegou na segunda posição e garantiu a terceira posição no Campeonato.


O paulista Victor Franzoni confirmou seu favoritismo e ganhou seu terceiro título nacional do ano. Após ter vencido o Campeonato Brasileiro e o GP Brasil de Kart o piloto da equipe ONS venceu novamente a bateria de hoje da Júnior Menor e garantiu seu título com a pontuação máxima. Erik Gasparini (SP) terminou pela segunda posição e com o resultado ficou com o vice. Matheus Rota (SP) ficou com a terceira posição da prova e do Campeonato.


Os mais jovens pilotos da competição, da Mirim, fizeram uma corrida de arrepiar. José Soares júnior (GO) venceu novamente e garantiu o título invicto. João Custódio terminou em terceiro e ficou com o vice-campeonato e Yanni Fontana (RJ) chegou em segundo garantindo assim a terceira posição no Campeonato.


Com o maior número de pilotos desta edição da Copa Brasil a prova da Cadete foi muito disputada. Mesmo assim, apesar de ter chegado na segunda posição, o Campeão Brasileiro Thiago Vivacqua (RJ) conquistou seu segundo título nacional. Augusto Pereira (GO) venceu a prova e, com isso, ficou com o vice. Giuliano Raucci (SP) ficou com a terceira posição.


As provas da tarde começaram com chuva e os pilotos foram para a pista utilizando pneus para piso molhado. Thiago Azalini (DF), que chegou em segundo ontem, dominou a prova desde a largada e, sem dificuldades, venceu. Elon Cesário (GO) chegou em segundo e garantiu o vice-campeonato. Lucas Gohr (SC), que venceu ontem, ficou com o terceiro lugar na pontuação final.


A Super Sênior, que competiu com a pista molhada, mas já sem chuva, viu o paulista Fernando Croce vencer novamente e garantir o título da Copa Brasil com duas vitórias. Euvaldo Luz (BA), com a quarta posição na corrida, garantiu o vice e Doglas Pierosan (PR) ficou com o terceiro lugar da Copa.


Os pilotos da categoria Sênior “B” fizeram uma prova muito emocionante desde o seu começo. Com várias ultrapassagens e trocas de posição o vencedor realmente só foi conhecido na bandeirada final. Após ter largado da última posição Marcelo Meneghel (SP) venceu a bateria, mas, o título ficou com Luis Cordeiro Filho (DF), que chegou apenas na quarta posição. Jerry Alexandre (GO) ficou com o vice-campeonato e Luiz Fernando Moura (MG) ficou com o terceiro lugar.


Um piloto se consagrou nesta edição da Copa Brasil como o maior vencedor da história da competição. Atualmente competindo pela categoria Sênior “A” o carioca André Nicastro conquistou neste sábado o seu sétimo título. O piloto venceu novamente a corrida de hoje e comemorou muito a sua conquista. Fernando Leme (SP) garantiu o vice-campeonato e Rodrigo Piquet (DF) ficou com a terceira posição.


A prova da categoria Graduados “B” teve o paranaense Marcelo Anselmi vencendo e garantindo o título. O piloto largou as segunda posição e antes da primeira curva já liderava. Ele vinha pressionado por Paulo Grassi, mas, este teve seu motor travado na segunda volta e teve de abandonar a corrida. Melhor para Fernando Resende Filho, que após largar da última posição terminou em segundo e, com isso, garantiu ainda o quinto lugar no Campeonato. Marcelo Dantas (DF) ficou com o vice e Igor Veras (GO) com o terceiro lugar.


Encerrando esta edição da Copa Brasil a mais rápida classe do kartismo nacional tomou à pista. Sérgio Jimenez (SP), a exemplo de ontem, venceu a prova da categorias Graduados “A” e conquistou o título com a pontuação máxima. Após ter largado da sexta posição Luis Felipe Nasr (DF) fez prova de recuperação e chegou em segunda, garantindo assim a terceira posição no Campeonato. Com um quarto lugar na primeira bateria e um terceiro nesta tarde, Pedro Bianchini (PR) ficou com o vice-campeonato.


A 10ª Copa Brasil de Kart foi uma realização da Confederação Brasileira de Automobilismo – CBA, com supervisão da própria CBA e da Federação Goiana de Automobilismo – FAUGO. Patrocínio de Honda, MG Tires, RBC Preparações, Mega Kart e Techspeed.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *