Kart: Bernardo Gentil terminou em 3ª na Micro Rok e subiu no pódio do ROK The Rio em Las Vegas

Palco de duas das maiores competições do kartismo mundial, Las Vegas, nos Estados Unidos, recebeu na última semana a 1ª edição do ROK The Rio, campeonato disputado com motores Vortex e pneus Bridgestone. As atividades foram realizadas no Rio All Suites Hotel & Casino e um dos concorrentes foi o brasileiro Bernardo Gentil, que a partir do segundo semestre deste ano passou a focar sua carreira no kartismo norte-americano.

Bernardo Gentil integrou o grid da categoria Micro Rok, que reuniu 21 competidores e venceu algumas adversidades ao longo das provas classificatórias e também uma batida na tomada de tempos, quando foi o 14º colocado. Nas “heats”, cujos resultados determinavam sua posição na última prova, a Final, Gentil teve problemas com o rendimento de seu motor. Assim, após um 14º, um 9º, um 5º e um 7º, o representante de Brasília (DF) largaria apenas em 7º na prova decisiva.

O piloto da equipe Orsolon Racing, também brasileira, perdeu uma posição na largada da Final, mas impôs um ritmo forte a partir da segunda volta, marcando seguidamente a volta mais rápida da prova. Com boas ultrapassagens, Bernardo Gentil assumiu a terceira posição na última volta e conquistou um lugar no pódio, fechando sua participação com a volta mais rápida da Final.

O campeão foi o norte-americano Parker Delong, que compete também em uma categoria acima, a Mini Rok, seguido por Caleb Grafarar, piloto que venceu etapas do SKUSA em duas oportunidades nesta temporada.

“O Bernardo recuperou-se muito bem ao longo do evento e chegou à Final muito rápido, depois que a equipe detectou um problema em seu carburador. A disputa na última volta, com o colombiano Sebastian Garzon, da equipe do Juan Pablo Montoya, foi linda e o terceiro lugar foi muito merecido”, vibra Diogo Broka, da Prokart, que formou Bernardo Gentil como piloto em Brasília (DF). “Ele ficou atrás apenas de pilotos bem mais experientes, que já correm em uma categoria superior e que têm apoio oficial de fábricas de chassi”, completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *