Kart: Campeão sul-americano, João Pedro Maia comemora a conquista de seu maior título

Superação. Foi esta a palavra mais utilizada pelo jovem piloto João Pedro Maia (BPAM | Casarão de Minas), 14 anos, após sua participação no Campeonato Sul-Americano de Kart, encerrado no último sábado (25) no Kartódromo do Velopark, em Nova Santa Rita (RS). Estiveram presentes mais de 120 pilotos de toda a América do Sul, 26 deles participando da Codasur Júnior, categoria em que Maia sagrou-se campeão.

João Pedro Maia esteve sempre entre os mais rápidos de sua categoria e, ao final de uma série de quatro treinos oficiais, o piloto de Campinas (SP) se apresentou como o mais veloz, cerca de 3 décimos de segundo mais rápido que o segundo colocado, o argentino Lucas Bohdanowicz.

A tomada de tempos foi realizada na sexta-feira (24), um dia marcado por muita chuva, fato que atrapalhou bastante a performance de Maia. Em uma atividade que teve como principal característica um anormal desequilíbrio nos tempos, João Pedro ficou com a 6ª posição no grid de largada, 8 décimos mais lento que o pole position.

Sempre com pista molhada, João Pedro Maia (BPAM | Casarão de Minas) disputou duas provas classificatórias e, com um 4º e um 7º lugar, garantiu a 4ª posição no grid de largada da Pré-final, que definiria a ordem de partida dos competidores na grande final.

O sábado, dia das duas últimas corridas, amanheceu com tempo seco e logo o sol apareceu de forma definitiva, fazendo com que as disputas finais acontecessem em alto nível. João Pedro Maia terminou a Pré-final em 2º, com bela atuação, mas uma punição de 10 segundos o fez terminar em 9º, de onde partiria para disputar o título.

Extremamente rápido, João Pedro Maia ganhou cinco posições na primeira volta e logo tratou de atacar os próximos concorrentes. Decidido, ele não demorou a assumir a segunda posição para, em seguida, aproximar-se do líder, a quem superou com uma manobra rápida. Daí em diante, sempre veloz, o campineiro abriu larga vantagem e venceu com mais de 3 segundos sobre o segundo colocado, o argentino Jorge Barrio.

A cerimônia de pódio foi extremamente emocionante para João Pedro Maia e seu pai, Alexandre Maia, bem como para os integrantes de sua equipe, a RB Motors, comandada por Roberto Souza.

“Para mim, esse Sul-Americano representou uma conquista muito importante em minha vida. Eu ‘subi de degrau’, com essa vitória provei para mim mesmo que sou capaz de vencer e conquistar tudo o que eu quiser. De certa forma, me estimulou a nunca desistir, ter fé e dar valor a quem me apoia, a quem está do meu lado, além de ter sido ser uma ótima aprendizagem para minha carreira”, disse João Pedro Maia, que já encaminha seus primeiros passos no automobilismo com treinos na Fórmula Vee, categoria comandada por Wilson Fittipaldi.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *