Kart: CNK divulga normas do Brasileiro de Kart

Normas de utilização para chassis, motores e pneus para o Campeonato Brasileiro de Kart de 2009.

A  comissão Nacional de Kart divulgou hoje informações importantes sobre as normas para utilização de chassis, motores e pneus para o Campeonato Brasileiro de Kart de 2009.

 

Essas normas serão aplicadas nas duas fases do evento, que será realizado em Goiânia e Curitiba. Entende-se por “Evento” o conjunto de atividades realizadas desde o início e até o final do Campeonato Brasileiro de Kart de 2009 conforme a programação oficial publicada no regulamento do mesmo.

 

 

Categorias Mirim e Cadete

 

Chassis

 

A cada piloto será permitida a utilização de no máximo dois chassis para a duração do evento.

 

Motores

 

Os motores de ambas categorias serão fornecidos pela organização do evento e atribuídos aos pilotos através de sorteio.

 

Pneus

Nas duas categorias a cada piloto será permitida a utilização de seis pneus novos durante os treinos e seis pneus novos para tomadas de tempo e prova.

 

Lacração

 

Estes itens serão lacrados em horários e local informados na programação oficial do evento.

 

A participação dos pilotos nos treinos e corridas será feita a partir do parque fechado e com os equipamentos devidamente lacrados.

 

 

Júnior Menor, Júnior e Novatos

 

Chassis

 

Será permitida a utilização de no máximo dois chassis para a duração do evento.

 

Motor

 

Poderão ser lacrados ate 2 motores para treinos e corridas. A manutenção dos mesmos será permitida somente na presença de um comissário em horários determinados pela organização.

 

Pneus

 

A cada piloto será permitida a utilização de dois jogos de pneus novos durante os treinos e dois jogos de pneus novos para tomadas de tempo e prova.

 

Todos os pneus usados em treinos, tomadas de tempo e prova deverão ser do composto identificado pelo selo vermelho.

 

Lacração

 

Estes itens serão lacrados em horários e local informados na programação oficial do evento.

 

A participação dos pilotos nos treinos e corridas será feita a partir do parque fechado e com os equipamentos devidamente lacrados.

 

Será permitida a presença de um mecânico por kart inscrito nas categorias Novatos e Júnior no recinto do parque fechado.

 

Será permitida a presença de dois mecânicos por kart inscrito na categoria Júnior Menor no recinto do parque fechado.

 

 

Super Sênior e Sênior B

 

Chassis

 

Será permitida a utilização de no máximo dois chassis todo o evento.

 

Motores

 

Poderão ser lacrados até 3 motores para treinos e corridas.

 

A manutenção dos mesmos será permitida somente na presença de um comissário em horários determinados pela organização.

 

 

Pneus

 

A cada piloto será permitida a utilização de dois jogos de pneus novos durante os treinos e dois jogos de pneus novos para tomadas de tempo e prova.

 

Todos os pneus usados em treinos, tomadas de tempo e prova deverão ser do composto identificado pelo selo vermelho.

 

Lacração

 

Estes itens devem ser lacrados seguindo a programação da prova. A participação dos pilotos nos treinos e corridas será feita a partir do parque fechado com os equipamentos lacrados. Somente será permitido um mecânico por kart no parque fechado.

 

 

Sênior A, Graduados B e Graduados A

 

Chassis

 

Será permitida a utilização de no máximo dois chassis para a duração do evento.

 

Motor

 

Poderão ser lacrados até 3 motores para treinos e corridas.

 

A manutenção dos mesmos será permitida somente na presença de um comissário em horários determinados pela organização.

 

Pneus

 

A cada piloto será permitida a utilização de:

a)     um jogo de pneus usados nos dois primeiros treinos do primeiro dia do evento;

b)    dois jogos de pneus novos durante os treinos;

c)    dois jogos de pneus novos para tomadas de tempo e prova.

 

Todos os pneus usados em treinos, tomadas de tempo e prova deverão ser do composto identificado pelo selo amarelo.

 

 

 

 

Lacração

 

Estes itens devem ser lacrados seguindo a programação da prova. A participação dos pilotos nos treinos e corridas será feita a partir do parque fechado com os equipamentos lacrados. Somente será permitido um mecânico por kart no parque fechado.

 

 

F4

 

Chassis

 

Serão lacrados até 2 chassis para treinos e corridas

 

Pneus

 

Serão permitidos seis pneus novos para todos os treinos livres e seis pneus para a tomada de tempos e corrida.

 

Todos os pneus usados em treinos, tomadas de tempo e prova deverão ser do composto identificado pelo selo vermelho.

 

Lacração

 

Estes itens devem ser lacrados seguindo a programação da prova. A participação dos pilotos nos treinos e corridas será feita a partir do parque fechado com os equipamentos lacrados. Será permitido de 1 mecânico por kart no parque fechado.

 

 

Super F4

 

Chassis

 

Serão lacrados até 2 chassis para treinos e corridas

 

Motor

 

Poderão ser lacrados até 2 motores para treinos e corridas. A manutenção dos mesmos será permitida somente na presença de um comissário em horários determinados pela organização.

 

Pneus

 

Serão permitidos dois jogos de pneus novos para todos os treinos livres e seis pneus para a tomada de tempos e corrida.

 

Todos os pneus usados em treinos, tomadas de tempo e prova deverão ser do composto identificado pelo selo vermelho.

 

Lacração

 

Estes itens devem ser lacrados seguindo a programação da prova. A participação dos pilotos nos treinos e corridas será feita a partir do parque fechado com os equipamentos lacrados. Será permitido de 1 mecânico por kart no parque fechado.

 

 

Parakart

 

Todo equipamento será fornecido pela organização.

 

 

 

Formato das classificações e provas

 

O formato adotado para definir os campeões brasileiros de kart é o mesmo utilizado nos campeonatos CIK-FIA.

 

Serão realizadas duas tomadas de tempo para definição do grid de largada para as duas provas classificatórias que definirão os 36 finalistas.

 

A definição dos 36 finalistas obedecerá os seguintes critérios:

a)            Os vinte melhores classificados após a disputa das duas provas classificatórias considerando-se a soma de pontos outorgados pelo sistema CIK/FIA.

b)            Os 16 melhores da prova de repescagem para os pilotos que não se obtiverem pontuação para as 20 primeiras vagas.

c)            O número de baterias classificatórias poderá ser alterado em função do número de inscritos.

 

Será declarado Campeão Brasileiro de Kart de 2009 o piloto que vencer a prova final de sua categoria.

Na categoria Cadete os pilotos que não se classificarem para a pré-final e final  disputarão a Copa das Federações, prova que terá uma única bateria.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *