Kart: Copa Parilla começou com força total no Velopark

Começou com toda força a nova categoria do kartismo gaúcho, a Copa Parilla, que tem como principal característica seus motores, os Parilla com refrigeração à água. A etapa de abertura foi realizada no último sábado (20) no Kartódromo do Velopark, em Nova Santa Rita (RS), e contou com a participação de 11 pilotos, dentre eles um campeão mundial.

A Copa Parilla é uma iniciativa de dois pilotos gaúchos, Francesco Ventre e Fernando Pastro, e foi logo “comprada” pelo Velopark, que acreditou no projeto. O mesmo crédito foi dado pelos pilotos participantes, dentre eles Dagnor Schneider e Roger Vidal, que vieram de Santa Catarina, e João Gonçalves, campeão mundial de Biland, que reside em São Paulo. “Tivemos um ótimo e promissor início”, avalia Ventre. “Começamos com pilotos de alto nível, que fizeram duas corridas espetaculares, principalmente a segunda, e acho que para a próxima etapa poderemos chegar perto de 20 participantes. Acho que temos um bom projeto, que passará pela recuperação do kartismo no Rio Grande do Sul”, emenda.

Foi o próprio Francesco o autor da primeira pole da categoria e o vencedor da primeira bateria, extremamente disputada. Na segunda as disputas foram ainda mais intensas e equilibradas e na maior parte da bateria seis pilotos lutavam pela segunda posição. A vitória na bateria ficou com João Gonçalves e na etapa com Fernando Pastro, que pautado pela regularidade, somou mais pontos que seus adversários.

“Estou duplamente satisfeito”, revela Pastro, um dos idealizadores da Copa Parilla. “Venci a etapa, e isto já é motivo de satisfação. Mas fiquei muito mais contente pelo sucesso que obtivemos já nesta etapa. Os pilotos acreditaram no evento e nos motores, que aliam desempenho e muita durabilidade. Certamente cresceremos sensivelmente na próxima etapa”
, garante Pastro.

A primeira etapa da Copa Parilla teve forte apoio da MG Pneus, que cedeu um jogo de pneus a cada participante e Ventre e Pastro já avisam: “Na próxima etapa, se tivermos um mínimo de 16 inscritos, a MG voltará a fornecer um jogo de pneus de forma gratuita a cada um dos pilotos”.

O sucesso da abertura no Velopark se deve a muitas pessoas e Ventre e Pastro fazem questão de agradecer publicamente. “Queremos agradecer aos pilotos gaúchos que prestigiaram a abertura e ao Dagnor, ao Roger e ao João Gonçalves, que vieram de mais longe, bem como a JZ Racing, equipe catarinense que esteve presente na competição”, agradecem. “E também ao Velopark, que colocou toda sua estrutura e pessoal com o mesmo objetivo, o de obter sucesso. Que obtivemos, diga-se de passagem”, encerram.

Para participar da Copa Parilla é necessário apenas adquirir um motor Parilla MY 125 à água e entregá-lo aos mantenedores. A cada etapa os motores, originais, sem preparação e de propriedade dos pilotos – os “donos” do campeonato –, são sorteados dentre os participantes, o que garante o equilíbrio na competição. E, ao final do campeonato, os motores serão devolvidos a cada piloto.

Mais informações podem ser obtidas com Francesco Ventre (51) 8142.1790, sobre motores, e com Erno (51) 8408.2593 sobre participação no campeonato.

Confira o resultado da 1ª etapa, após a soma dos pontos das duas baterias:

1 Fernando Pastro – 18 pontos
2 João Gonçalves – 15
3 Christian Castro – 14
4 Fernando Jr. – 12
5 Francesco Ventre – 11
6 Pedro Gomes – 9
7 Roger Vidal – 9
8 Fernando Wortmann – 8
9 Renan Busse – 7
10 Dagnor Schneider – 5
11 Jorge Romero – 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *