Kart: Depois de terminar em terceio no Paulista, Jonathan Louis descansa em Curitiba

Piloto aproveita um intervalo de pouco mais de uma semana sem corridas para recuperar-se totalmente do acidente sofrido na Copa Brasil de Kart no final do mês de outubro em Aldeia da Serra, região de Barueri (SP).

Uma semana de descanso. É assim que Jonathan Louis (Pincelli / Raceland / Transp. Falcão / Bisa / Nicrom / Kart Mania / Golden Fix / Plascon – Plásticos Concórdia / Camada Embalagens / Flexosteel) procura se recuperar totalmente do acidente sofrido na Copa Brasil de Kart. Na última etapa do Paulista, onde terminou em terceiro, o piloto paranaense sentiu falta de ar em boa parte da corrida. Com o problema o rendimento acabou sendo prejudicado. “O rtimo de vida de um piloto que quer ser campeão é puxado. Só que não podemos ficar parado. Com o acidente eu e minha equipe vimos que era melhor dar um tempo. Assim posso retornar aos treinamentos com meu físico cem por cento”, explicou o piloto.


Longe da pista só na prática, porque em pensamentos, Jonathan Louis já está voltado na próxima etapa do Paulista, no dia 18 deste mês. Em seguida tem o Paranaense de Kart. A pedido dos pilotos a data acabou sendo mudada por duas vezes. E definitivamente vai acontecer do dia 17 a 19 de novembro no Kartódromo Raceland Internacional, em Curitiba. A novidade vai ser os treinos classificatórios e a bateria decisiva de todas as categorias à noite. “Olha! Correr a noite é uma coisa diferente. Nunca fiz isso num campeonato estadual e acho que vai ser uma boa oportunidade para os pilotos experimentarem esta novidade”, comentou.


O piloto de Curitiba também espera uma definição para o Catarinense. Bicampeão na categoria Cadete (2002 e 2003), ele pretende lutar pelo terceiro título. Segundo o site da Federação de Automobilismo do Estado de Santa Catarina (FAUESC), o Catarinense está marcado para começar no dia 17 de novembro (sexta-feira). Neste período estará acontecendo o Paulista. Jonathan espera que a Fauesc altere a data para que ele e outros pilotos possam competir. “Sempre gostei de disputar o Catarinense e tenho boas lembranças, já que as primeiras corridas que eu venci foram nas pistas paranaenses e catarinenses. Gostaria muito de lutar pelo tricampeonato”, confessou Jonathan


Enquanto se recupera, Jonathan se prepara mentalmente para as últimas corridas do ano. “O segundo semestre está sendo ótimo. Espero terminar bem”, finaliza o piloto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *