Kart: Em grande estréia, brasileiros conquistam dois vice-campeonatos na Malásia

Comissários da Malásia apelam para regra não escrita e tiram título do Brasil em sua primeira participação na disputa, que reuniu 120 pilotos.

Na madrugada deste domingo (horário de Brasília), foi encerrada a programação do Red White Sangari International Kart Grand Prix, realizado em Kuala Lumpur, na Malásia. Na competição, que distribuiu 45 mil dólares em prêmios e reuniu 120 pilotos, o Brasil foi representado por seis competidores e obteve um ótimo índice de aproveitamento, com dois vice-campeonatos em três categorias.

A primeira categoria a decidir o seu campeão foi a Micromax. Na pré-final, os brasileiros Pietro Rimbano e Giuliano Raucci largaram em 14º e 15º, respectivamente. Após três voltas, Raucci assumiu a liderança e administrou a vantagem, cruzando a linha de chegada na primeira colocação. Fazendo uma boa corrida, Rimbano realizou ultrapassagens e chegou em oitavo.

Na final, com pista molhada, Rimbano fez uma largada fantástica, ultrapassando sete adversários de uma só vez, e assumiu a liderança. O piloto utilizou o seu talento para defender a posição e conquistar a segunda vitória brasileira do dia na Micromax. Raucci teve boas disputas com o malaio Suhaizarul Bin e terminou em terceiro.

A vitória daria o título a Rimbano no Red White Sangari International Kart Grand Prix. Mas, em uma decisão dos comissários da Malásia, o brasileiro foi desclassificado porque estava usando fluido no radiador. Os responsáveis alegaram que isso não era permitido pelo regulamento. Mas a regra não consta do documento entregue aos brasileiros, e tampouco foi comentada ou informada em qualquer contato com a delegação brasileira. Com isso, Raucci ficou com o vice-campeonato e Bin foi declarado campeão.

Na categoria “Júnior”, Victor Franzoni terminou a pré-final na quarta colocação. Na decisão, o brasileiro largou na mesma posição de chegada da bateria anterior, ultrapassou dois adversários e fechou em segundo. Com o resultado, o piloto, que teve a sua primeira experiência internacional, garantiu mais um vice-campeonato para o Brasil.

Na categoria Sênior, que contou com o maior número de inscritos, os brasileiros novamente mostraram o seu talento, fechando a participação entre os melhores. Rafael Suzuki terminou a final em sexto e Vinicius Perdigão foi o sétimo, após uma corrida fantástica de recuperação, ganhando 25 posições. Matheus Protti foi o 11º.

“Acho que foi uma ótima experiência para os pilotos, apesar da grande frustração pela perda do titulo da Micromax por uma alegação sem fundamento por parte dos comissários da Malásia. A delegação do Brasil se empenhou ao máximo em aprender sobre o equipamento e sobre a pista e os pilotos tiveram desempenhos muito bons sob este ponto de vista. Independentemente dos resultados, a oportunidade que estes pilotos tiveram com a parceria entre CBA, ReUnion e o apoio da Sangari Brasil, será importante no desenvolvimento das suas carreiras. De qualquer forma, dois vice-campeonatos e um sexto lugar é muito bom, um resultado e uma experiência que adicionam muito à experiência pessoal destes jovens”, analisou Binho Carcasci, chefe da delegação brasileira presente em Sepang e membro da CNK (Comissão Nacional de Kart), órgão da CBA (Confederação Brasileira de Automobilismo).

A participação brasileira no torneio é uma premiação oferecida pelo Grupo Sangari, multinacional da área da educação. A iniciativa é inédita no kartismo nacional e nasceu de um acordo entre a Reunion Sports e a Comissão Nacional de Kart da CBA.

Confira a relação dos melhores em cada categoria:
Micromax
1º – Suhaizarul Bin – Malásia
2º – Giuliano Raucci – Brasil
3º – Jon Lee Hao – Singapura
4º – Muhammad Hakim – Malásia
5º – Maximilian Fewtrell – Singapura

Junior
1º – Muhammad Jeffri – Malásia
2º – Victor Franzoni – Brasil
3º – Rahul Mayer – Malásia
4º – Kittitat Vongprai – Tailândia
5º – Parth Ghorpade – India

Senior
1º – Martim Pierce – Irlanda
2º – Ryuichi Nara – Malásia
3º – Mohammad Ikhwan – Malásia
4º – Sotaro Mimura – Japão
5º – Mohamed Fauzy – Índia
6º – Rafael Suzuki – Brasil
7º – Vinicius Perdigao – Brasil
11º – Matheus Protti – Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *