Kart: Fábio Gomide termina em 3º no Open Master São Paulo

Definitivamente a 2ª etapa do Open Master São Paulo de Kart foi muito diferente do que a prova de abertura do evento para o paulista Fábio Gomide (Alltec Química/ ECR Biotec/ Clariant). Se naquela ocasião ele foi forçado a abandonar a prova, nesta quase tudo deu certo e Gomide pôde comemorar um bom resultado, que, se não foi a desejada vitória, lhe permitiu subir para a 4ª colocação na tabela de classificação de sua categoria, a Sênior A.

O abandono na etapa de abertura fez com que Fábio Gomide ficasse mal posicionado na tabela de classificação e o objetivo para a prova do último sábado era uma vitória. Os treinos livres da sexta-feira (25), único dia para isto, davam mostras de que um bom resultado poderia vir, já que Fábio Gomide e sua equipe, a Quake2, haviam chegado a um bom acerto em seu kart.

Na tomada de tempos mais um sinal positivo, pois no grid que reunia as categorias Sênior A, Sênior B e Super Sênior, Fábio Gomide obteve o 3º tempo entre 15 pilotos. “Foi um bom resultado sim isto que conseguimos na tomada. A Sênior A é muito competitiva e largar em terceiro é muito bom”, dizia Gomide ao fim da tomada de tempos.

Na volta de apresentação Fábio Gomide sentiu um pequeno problema. No momento em que precisou frear, o piloto Alltec Química/ ECR Biotec/ Clariant sentiu um defeito no freio e chegou a bater em um concorrente que ia à sua frente. “Cheguei a me assustar, mas não era um problema tão grave. De qualquer forma, não pude competir de igual para igual, pois não pude fazer voltas ‘limpas’ e tranqüilas”, constatou Fábio Gomide.

Durante a prova o problema chegou a causar prejuízos reais. Quando estava começando uma disputa pelo 2º lugar, precisou arriscar mais para ultrapassar e neste momento o freio falhou e, para não bater em seu concorrente, Fábio Gomide acabou “esparramando”, perdendo duas posições, das quais recuperaria uma, voltas depois. Ao fim da prova de 25 voltas, Fábio Gomide recebeu a bandeirada em 3º lugar, a menos de um segundo atrás do segundo colocado, André Nicastro. “Minha equipe, a Quake2, como sempre trabalhou muito bem e quero agradecer por isto. Foi uma pena, este tipo de problema acontece, fazer o que. Não fosse isso, eu poderia ter brigado pela vitória e na próxima tenho certeza de que isto vai acontecer”, finalizou Fábio.

O resultado lhe permitiu assumir a 4ª colocação na tabela de classificação. O próximo compromisso do piloto de Araçatuba será mais uma etapa do Paulista Light, no dia 16 de junho.

Confira os cinco primeiros na prova da Sênior A:
1 Glauco Alex – 25 voltas – 19:41.879
2 André Nicastro – a 2.975
3 Fábio Gomide – a 3.818
4 Marcelo Oliveira – a 21.189
5 Fernando Leme – a 44.377

Foto: Luca Bassani

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *