Kart: Granja Viana recebe segunda etapa do maior certame do país neste sábado

Líder dos treinos livres na quinta-feira, João Gonçalves desponta como um dos favoritos na Shifter Kart, a categoria mais rápida da modalidade.

O maior campeonato regional de kart do Brasil, a Copa São Paulo Granja Viana, terá sua segunda etapa no circuito que lhe dá nome durante o próximo sábado (17). Entre as mais de dez categorias em disputa – distintas pela idade dos competidores ou pela motorização dos karts – a que recebe maior atenção do público é a Shifter Kart, cujos bólidos são dotados de motores dois tempos (com 125cc) com caixa de câmbio de seis marchas. A potência de cerca de 40 cavalos, impulsiona o conjunto de pouco mais de 170 kg a velocidades superiores a 130 km/h no circuito paulista – tornando a categoria, a mais rápida da modalidade no mundo.
Os favoritos à vitória começaram a despontar nos treinos livres oficiais, que tiveram início na quinta-feira. No primeiro dia de ensaios, o paulista João Gonçalves (TNT/Dolly/Kart-Mini/AMF) foi o mais rápido, o que aumentou a expectativa de brigar pela vitória no sábado. “Foi um começo de trabalho muito produtivo, principalmente porque recebi o novo chassi da Kart-Mini na véspera do treino. Então ele foi para a pista praticamente do jeito que veio da fábrica e, ainda assim, virou o tempo mais rápido do dia”, exaltou o piloto, terceiro colocado no Campeonato Brasileiro da Shifter Kart em 2009. 
“Esse chassi recebeu alguns componentes novos em relação ao modelo do ano passado. Como já no primeiro dia se mostrou muito rápido, acredito que com um desenvolvimento mais apurado durante a sexta-feira, teremos boas chances de brigar pela vitória”, avaliou Gonçalves, que mais uma vez terá jornada dupla na etapa da Copa São Paulo de Kart.
Além da veloz Shifter Kart, João vai disputar também a prova da categoria Sport 400, que usa motores de quatro tempos semelhantes aos usados em karts de aluguel, mas com preparação específica para a competição. Líder da temporada na classe, João Gonçalves cumpre neste sábado uma peculiaridade do regulamento: por ter vencido a etapa anterior – que abriu o campeonato – ele deve correr a etapa seguinte com oito quilos a mais em seu kart. 
“É um detalhe do regulamento que visa equilibrar as disputas e realmente deixa o desafio bastante interessante”, comentou. “Na quinta-feira, por exemplo, treinei com 11 quilos a mais no kart. Isso exige uma técnica diferente na pilotagem e um acerto diferente no kart para compensar o peso extra. Também com o novo chassi da Kart-Mini, consegui o segundo melhor tempo e agora a meta é manter a liderança do campeonato”, completou o piloto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *