Kart: Interpretação polemica prejudica Victor Guerin na Granja Viana

Dois pesos e duas medidas são utilizadas para situações idênticas por Comissários Desportivos da FASP em provas oficiais.

O piloto paulista Victor Guerin (GTP/ Semorin/ Rubi/ Café De La Musique/ Keiper Recaro/ Top Report) viu caírem por terra suas possibilidades de conquista do titulo máximo da temporada 2006 na categoria Intercontinental do Campeonato Paulista de Kart Granja Viana, ao sofrer uma polemica punição de acréscimo a seu tempo total de prova.


Partindo da segunda posição na grelha de partida Guerin buscou incessantemente a liderança da prova e mesmo após um toque que recebeu do líder da prova em uma tentativa de ultrapassagem, que o fez perder algumas posições – e interpretado como “normal de corrida” pelos Comissários Desportivos -, o piloto da equipe GTP Motorsport conseguiu recuperar-se, estabelecendo a melhor volta da corrida para tentar a vitória nas voltas finais. Preocupado com a incessante pressão de Victor Guerin o líder da prova “espalhou” um pouco seu kart em uma das curvas do circuito, dando a oportunidade que o piloto que representa as cores das empresas GTP/ Semorin/ Rubi/ Café De La Musique/ Keiper Recaro/ Top Report precisava para realizar a ultrapassagem.


Na manobra os karts se tocaram – exatamente da mesma maneira que haviam se tocado anteriormente, quando Guerin perdeu varias posições –, com Victor Guerin, desta vez, levando a melhor e vencendo espetacularmente a corrida. Encerrada a disputa e a vistoria técnica obrigatória nos bólidos participantes, os Srs. Comissários Desportivos da FASP- Federação de Automobilismo de São Paulo entendendo ter ocorrido atitude anti-desportiva na manobra encetada pelo vencedor da corrida – idêntica à ocorrida anteriormente na mesma prova com entendimento diverso -, aplicaram-lhe como punição o aditamento de dez segundos ao tempo total de prova, pelo que restou a Victor Guerin, legítimo vencedor, a 6ª posição final.


Essa ótica distinta dos Srs. Vistores oficiais para situações idênticas na mesma corrida, que determinou o final das possibilidades de Victor Guerin na disputa do titulo máximo da temporada 2006 da categoria Intercontinental do Campeonato Paulista de Kart Granja Viana, cristalizou-se, mais uma vez, com desacertada na volta final da categoria Junior Menor do Campeonato Paulista Light de Kart realizado neste sábado (4/11) no Kartódromo Aldeia da Serra.


Nessa prova, em situação idêntica, dois pilotos embatiam-se pela vitória e na Curva 4 do circuito de Barueri o líder da prova “espalhou” um pouco no traçado. Esperto, o vice-líder da competição tratou de enfiar o bico de seu kart no espaço “ofertado”. Os bólidos se tocaram – até com mais violência – e o então vice-líder conquistou a posição e a vitória, confirmada como normal de corrida pelos Comissários Desportivos da FASP em exercício.


Ora, é lógico, axiológico, sintomático, que situações idênticas requerem interpretações idênticas, sem casuísmos ou preferências pessoais. Em três oportunidades que se apresentou a mesmíssima situação fática os ínclitos Comissários Desportivos da Federação de Automobilismo de São Paulo assentaram posições diametralmente opostas, consignando a praxe de dois pesos e duas medidas para o mesmo fato. Resta claro, claríssimo, que essa polemica e canhestra ótica casuística prejudicou desportivamente o kartista Victor Guerin no desenvolvimento do campeonato.


Ainda no lapso legal estabelecido por regulamento, Victor Guerin buscou mostrar seu inconformismo apresentando recurso à punição imposta, todavia tal via foi vedada por orientação do Comissário Desportivo Antonio Hernandes, que assinou não caber recurso de punição desportiva…


“Sinceramente estou frustrado e confuso com essa situação, já que agora não sei se agi certo, ou errado. Na mesma situação em que fui punido vi entenderem como normal a mesma manobra com dois outros pilotos”, esclareceu, inconformado Victor Guerin.


“Essa foi a primeira corrida na Granja Viana sem a direção de prova de Flavio Abrusio e, tenho certeza, com ele lá a coisa seria diferente. Ele sempre procurou nos esclarecer e orientar corretamente, deixando claro o que poderia acontecer em cada situação. Já estamos com saudade”, complementou o kartista Campeão do primeiro turno do certame.


Confira o resultado oficial da 8ª etapa da categoria Intercontinental:
1.   Vinicius Alvarenga, com 22 voltas em 14m47s937
2.   Luca Travaglini, à 1s707
3.   Caio Conde, à 3s897
4.   Matheus Protti, à 4s391
5.   João Cunha, à 7s129
6.  Victor Guerin GTP/ Semorin/ Rubi/ Café De La Musique/ Keiper Recaro/ Top Report, à 9s136
7.   Bruno Purri, à 15s687
8.   Renato Gasparian, à 21s286
9.   Alan Massaini, com 20 voltas
10. Rafael Raucci, com 6 voltas


Pole Position: Vinicius Alvarenga, com 38s779
Melhor Volta: Victor Guerin, com 39s413


Texto: Cláudio Reis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *