Kart: João Gonçalves coloca seu nome entre os quatro melhores pilotos da Shifter no país

Piloto encerra seu primeiro Campeonato Brasileiro da categoria na quarta colocação depois de quatro dias de muito trabalho no kartódromo de Itu, no interior de São Paulo.

A cidade de Itu, no interior de São Paulo, recebeu no último final de semana – entre 27 e 31/8 – a terceira edição do Campeonato Brasileiro de Shifter Kart, evento nacional para os karts com motores 125 cilindradas dotados de caixa de câmbio, que os torna os mais rápidos dessa modalidade no país. E mais uma vez em quase dez anos de carreira, o paulista João Gonçalves (Dolly/Kart-Mini/AMF/Alpinestars) colocou seu nome entre os melhores kartistas do país.

Com um currículo recheado de conquistas – entre elas o bicampeonato da Copa Brasil de Kart e o Mundial de Biland disputado em Portugal (2005) – João estreou na Shifter Kart em 2008, tendo essa categoria como seu principal objetivo. Já no primeiro nacional da modalidade, finalizou entre os cinco melhores do país e atrás apenas de pilotos que já têm passagens por diversas categorias do automobilismo internacional.

“Sempre fica a sensação de que o resultado poderia ter sido ainda melhor, mas considerando alguns problemas que tive durante a semana em Itu, a quarta colocação foi bastante animadora”, comentou João Gonçalves, que sofreu com a perda de rendimento do kart na parte final das provas. “Meu kart sempre era muito rápido no início das corridas, e eu conseguia ganhar posições na largada. Mas ao longo das provas, os pneus traseiros se desgastavam demais. Com isso, eu perdia tração nas saídas de curva e, conseqüentemente, muito tempo”, avaliou o piloto.

A campanha de João Gonçalves no Brasileiro de Shifter foi marcada por grandes apresentações. Na segunda bateria, ele pulou da sexta para a segunda posição ainda na largada, e por cerca de 10 voltas pressionou o líder, Danilo Dirani. Porém a perda de tração nas voltas finais jogou Gonçalves para o quinto lugar – de onde ele largou na prova Final. João passou grande parte da corrida decisiva brigando pela segunda colocação com Dennis Dirani, Rafael Suzuki e Sérgio Jimenez. Terminou em quarto, tirando o máximo do equipamento.

“Tive adversários ótimos e, para um campeonato de estréia, considero o quarto lugar um ótimo resultado. Tive alguns problemas no acerto do kart que não consegui descobrir no pouco tempo de treinos e intervalos entre as corridas. Mas acredito que foi um grande trabalho da equipe Marlia, e devo agradecer esse resultado, também, ao apoio da Kart-Mini, da AMF, da Dolly e da Alpine Stars”, apontou João.

O título brasileiro da Shifter Kart em 2008 ficou com Danilo Dirani, vencedor das três corridas realizadas em Itu. Rafael Suzuki, piloto da Fórmula 3 Alemã, ficou com o vice-campeonato e Sérgio Jimenez, hexacampeão brasileiro de kart, foi o terceiro colocado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *