Kart: João Gonçalves já trabalha para a definição dos Playoffs

Copa São Paulo tem apenas mais uma prova para definir quem serão os dez pilotos que disputarão o título. Piloto busca vaga e quer teste com Stock Júnior no final da temporada.



O paulista João Gonçalves (Dolly/Kart-Mini/AMF/Alpinestars) já pensa na decisão de uma vaga para os playoffs da Copa São Paulo Granja Viana de Kart. Depois de enfrentar uma corrida conturbada na sexta rodada da competição, o piloto passou a focar a prova decisiva dessa primeira fase da competição, que definirá os dez nomes que disputarão o título nas três últimas rodadas do calendário.
 
A vitória da Stock 125 no último final de semana foi da dupla formada por Douglas Pecoraro e João Cunha. O líder do campeonato, no entanto, é Roberto Azana – enquanto João Gonçalves e seu parceiro William Freire ocupam a sexta colocação da tabela. “Estamos na zona de classificação, e isso é positivo em uma categoria com um grid de mais de 20 karts”, apontou o piloto. “Mas nosso objetivo é ganhar mais algumas posições e, por isso, precisamos de um bom resultado na sétima etapa”, acrescentou.
 
De volta à ativa depois de mais de 40 dias longe das pistas – em função de uma contusão nas costas e, também, do intervalo nas disputas ocasionado pelo Campeonato Brasileiro da Modalidade, João Gonçalves teve um bom desempenho individual na corrida do último fim de semana, e credita o sétimo lugar obtido no momento da bandeirada à definição da tática de corrida. “A chuva deixou a prova muito confusa e a estratégia acabou valendo mais. Apostamos que a pista continuaria seca, mas voltou a chover e isso pegou muita gente de surpresa. Inclusive nossa equipe”, comentou João Gonçalves.
 
Quando os 21 karts da categoria alinharam no grid, a pista da Granja Viana se encontrava seca – uma vez que a garoa fina que caíra desde a madrugada tinha dado uma trégua. Porém, ainda durante as primeiras voltas da Stock 125, recomeçou a garoar e quem tinha saído para a prova com pneus de piso seco teve de antecipar um dos pit stops. Foi o que aconteceu com a dupla João Gonçalves e William Freire, e com o então líder da prova, Felipe Giaffone, piloto da Fórmula Truck.
 
Após o pit stop e já com pneus para pista molhada, o bicampeão da Copa Brasil fazia uma excelente prova de recuperação – virando tempos entre os três mais rápidos e retomando posições –, quando a chuva parou e a pista voltou a secar. Apesar disso, João continuou na prova sem voltar aos boxes mais uma vez. “Voltar aos boxes naquele momento representaria perder todo o trabalho feito durante a corrida”, avaliou ele, que recebeu a bandeirada em sétimo.
 
Porém, o desgaste excessivo dos pneus de chuva em virtude do asfalto seco gerou outro problema para a equipe Dolly/Kartzoom. Na aferição de peso feita ao final da corrida, o kart de João Gonçalves e William Freire estava abaixo do mínimo permitido e a dupla acabou punida pela direção de prova – ficando sem os pontos marcados na etapa.
 
“Tínhamos de arriscar ficar na pista mesmo quando ela secou. Infelizmente isso levou a outro problema comum, que é o desgaste muito grande dos pneus de chuva. E essa borracha gasta, por incrível que pareça, acabou fazendo diferença no peso total do conjunto kart e piloto”, explicou João.
 
Marcada para o dia 06 de setembro, a sétima etapa do campeonato é a última antes dos Playoffs da competição. Depois dela, apenas os pilotos que estiverem entre os dez melhores colocados poderão lutar pelo título – que vale um teste com um carro da Stock Júnior para o vencedor da temporada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *