Kart: João Luís Pocay venceu o Open Minas e está pronto para lutar pelo título da Copa Brasil

O último sábado (29) foi de preparação para muitos dos pilotos que enfrentarão mais um desafio nacional neste mês de outubro. No Kartódromo RBC Racing, em Vespasiano, região metropolitana de Belo Horizonte, pilotos e equipes disputaram o Open Minas, última prova antes da Copa Brasil de Kart, que começa na próxima segunda-feira (8) na mesma pista.

Acompanhado de sua equipe, a Elohim Kart, João Luís Pocay (TNL Tecnal | Elohim Kart | Racing DNA | Mittag Motores | Catroque) esteve presente no Open Minas com o intuito de ajustar e preparar seu equipamento visando ser um dos competidores que lutarão pelo título. “Fizemos um bom Open, muito proveitoso para nossas pretensões. Podemos afirmar que estamos prontos para lutar por mais um título nacional”, aposta Vinícius Marcelino, chefe de equipe na Elohim Kart.

Pocay, 18 anos, que competia pela primeira vez no RBC Racing, liderou os dois últimos treinos cronometrados e repetiu o bom desempenho na tomada de tempos, quando garantiu a pole position. Competindo de forma agrupada com a Júnior Menor, o piloto de Ourinhos, interior de São Paulo, venceu a primeira bateria em sua categoria, a Novatos, e também na geral.

Na segunda prova, cujo vencedor seria o campeão do Open Minas, João Luís Pocay (TNL Tecnal | Elohim Kart | Racing DNA | Mittag Motores | Catroque) foi o 4º colocado na geral e vencedor em sua classe, vitória que lhe permitiu comemorar mais um título. “Um dos nossos objetivos era trabalharmos no acerto do kart e conseguimos. A cada treino íamos ‘passando’ muitas opções e estamos bastante satisfeitos”, conta Marcelino. “E, de quebra, vencemos o Open, resultado importante e que mostra que estamos no caminho certo”, completa.

João Luís Pocay competiu com um chassi Mini, motores fornecidos pela Mittag Motores, carburadores preparados pela Catroque e apoio em telemetria da Racing DNA. “Tivemos novamente um ótimo pacote técnico, desta vez reforçado pela presença do Jeison Teixeira, da Racing DNA, que foi fundamental em nosso trabalho, já que suas informações de telemetria colaboraram muito para chegamos a um bom acerto no equipamento”, finaliza Vinícius Marcelino, da Elohim Kart.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *