Kart: Kartismo paulista segue revelando talentos e alimentando sonhos de quem, um dia, quis ser piloto

Competições são realizadas todos os finais de semana em centenas de kartódromos espalhados pelo país. Excelentes oportunidades para quem busca quilometragem no esporte.

Automóveis e, por conseqüência, o automobilismo, são verdadeiras paixões dos brasileiros. Um país que já exportou centenas de grandes pilotos para as categorias de elite do automobilismo – e que não pára de formar novos talentos. Na base de tudo está o kart. Uma modalidade que tanto pode ser a escola de um futuro campeão das pistas, como uma saída para diversos profissionais que buscam, no final de semana, uma maneira de esquecer a rotina e o estresse do trabalho.

É por isso que existem centenas de kartódromos espalhados pelo país. Só na região metropolitana de São Paulo, são ao menos três: um na zona sul da capital, em Interlagos; um em Cotia, o da Granja Viana; e outro em Barueri, o de Aldeia da Serra. São as principais pistas do estado e que recebem pilotos – profissionais e amadores – todos os finais de semana.

Tantas corridas podem ser muito úteis para quem está na fase inicial de carreira. É o caso, por exemplo, de Vinícius Serafim – um jovem que nasceu no ABC Paulista e, de dois anos para cá, vem se dedicando ao kartismo. Ele aproveita cada final de semana para ganhar mais quilometragem a bordo do kart; o que no automobilismo significa aprimorar a técnica e ganhar cada vez mais velocidade e experiência.

Dando seqüência a uma série de provas que vem disputando ininterruptamente, Vinícius competiu no Kartódromo Aldeia da Serra no último domingo. Uma corrida que reuniu pilotos de várias idades – e com objetivos diferentes. Uns por lazer, outros em busca do sonho de se tornar um piloto profissional.

E mesmo em início de carreira, Vinícius já demonstra talento e a famosa sorte que acompanha os campeões. Sem poder testar todo o equipamento antes da prova, ele partiu para a tomada de tempos com um acerto que não era o mais adequado para o circuito. Mesmo assim, usou do conhecimento da pista para, nos atalhos, conquistar a quarta colocação no grid – a segunda na sua categoria.

Durante a prova, procurou se manter entre os líderes à espera de uma oportunidade. Foi quando um dos karts que estavam à sua frente abandonou por causa de uma quebra. Era justamente o líder da categoria, que entregava a Vinícius mais que a terceira colocação: a liderança na sua divisão – a de motores 125 cilindradas. A partir daí foi só administrar a posição para garantir mais uma vitória na temporada.

“Estava preparando o kart para fazer mais um teste no motor, quando avisaram repentinamente que o horário da prova seria antecipado. Tive que entrar na pista com um acerto completamente diferente daquilo que imaginava ideal. Ainda consegui compensar mudando a carburação do kart durante a tomada de tempos, mas a grande sorte foi o líder ter quebrado. Talvez eu pudesse acompanhá-lo durante a prova, mas fazer a ultrapassagem seria muito difícil naquelas condições”, comentou Vinícius Serafim, que segue o seu treinamento intensivo no kartismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *