Kart: Massa Blausiegel Team fica em terceiro na 500 Milhas de Kart da Granja Viana

Superação. Essa foi a palavra da Massa Blausiegel Team durante as 11 horas de corrida das 500 Milhas da Granja Viana, realizada ontem (15), no Kartódromo Granja Viana, em Cotia (SP). Após altos e baixos durante a prova, a equipe formada pelo do piloto da Fórmula-1 Felipe Massa, seu irmão Dudu Massa, Xandinho Negrão, Felipe Lapenna, Felipes Apezzatto e Victor Guerin, conseguiu uma ótima recuperação e terminou em terceiro lugar.

Felipe Massa saiu em 12º com o kart 19, mas foi com o 91, que largou em 32º, que garantiu acesso ao pódio à Massa Blausiegel Team. “Passamos a prova toda tentando recuperar o prejuízo da primeira parte, quando o motor não estava rendendo. Mais tarde, no kart 91, passamos a andar no ritmo do pessoal da frente”, resignou-se Massa.


 


Se o motor não correspondeu, Massa aprovou a introdução dos 15 minutos de parada obrigatória. “Foi uma ótima idéia que explica porque o número de abandonos foi pequeno” – observou o astro da Ferrari, que também viu outro aspecto positivo na edição deste ano. “O nível dos pilotos esteve mais elevado.”


Felipe Lapenna foi o responsável pela largada e a chegada no kart 91. “Fizemos uma ótima corrida, apesar de todos os problemas, mas a nossa equipe se manteve unida até o final e isso fez a diferença para alcançarmos uma boa colocação”.


 


Nas últimas horas, Felipe Massa preferiu deixar a pilotagem por conta dos companheiros e assistir ao que se passava na pista da sacada dos boxes da equipe. “O Felipe sempre nos apóia muito e no final da prova, ao ver ele torcendo muito por nós, foi um incentivo e uma responsabilidade ainda maior para fechar a corrida”, comentou Lapenna. 


 


Dudu Massa também saiu muito satisfeito. “Foi um ótimo resultado. Largamos em 32º, tivemos vários problemas durante a corrida e, ainda, conseguimos ir ao pódio. Foi muito legal”, comentou.


 


Xandinho Negrão parabeniza toda a equipe. “Teve confusão, alguns erros de estratégia que nos causaram algumas posições, mas a equipe toda está de parabéns. Conseguimos nos superar, terminamos a prova com os dois karts, o que não tinha acontecido nos últimos anos e, ainda, saímos com um bom resultado”, disse.


 


“Participar das 500 milhas é sempre muito legal, ainda mais por estar na equipe do Felipe Massa, que é um piloto que eu admiro muito. Quanto ao nosso resultado, acredito que poderíamos ter ido melhor. Tivemos vários contratempos, mas o importante é que conseguimos uma boa recuperação”, comentou o jovem Felipes Apezzatto.


 


Victor Guerin fez sua estréia no pódio das 500 milhas. “Já participei três vezes, mas foi a primeira que chego no pódio. Tivemos uma ótima recuperação e essa foi a corrida mais disputada e emocionante de todas. Estou muito feliz com o resultado”, finalizou.         


 


A Massa Blausiegel Team foi a quarta a cruzar a linha de chegada, mas os comissários desportivos desclassificaram a Oi-Piquet, comandada por Sérgio Jimenez, por uma irregularidade e o time de Felipe Massa, acabou com a terceira posição.


 


Confira os 10 primeiros:



1º) 72 – Barrichello (SP), 644 voltas em 10:53:03.706 (média de 68.63 km/h)
2º) 74 – Henkel/Loctite (SP), a 3 voltas
3º) 91 – Massa (SP), a 3 voltas
4º) 7 – Win Brazil (SP), a 6 voltas
5º) 35 – CKS Carioca Kart Sport (SP), a 11 voltas
6º) 60 – Nitro 500 (SP), a 11 voltas
7º) 8 – LC Racing (SP), a 11 voltas
8º) 20 – Sabiá Racing/Kart Mini (SP), a 12 voltas
9º) 22 – Ferrari Kart (SP), a 13 voltas
10º) 44 – Stop Aço/Marlia Racing (SP), a 14 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *