Kart: Mesmo com “Troféu Bigorna” Luir Miranda dá show e vence na Sprinter B

Vencedor da etapa anterior na categoria Sprinter B, o “Carioca Voador” Luir Miranda

(Jaime Campos/ Lofty/ C & C), por força do regulamento desportivo do certame regional paulista, chegou no ultimo sábado (10/04) ao Kartódromo Aldeia da Serra (SP), palco da quarta e decisiva rodada do primeiro turno da Copa São Paulo Light de Kart, com a obrigação de levar em seu micromonoposto lastro compulsório de cinco quilogramas, o chamado “Troféu Bigorna” que reduz, significativamente, as possibilidades de vitória em uma categoria de motores sorteados e com desempenho equilibradíssimo.

“Quando se estipulou no Light que o vencedor de uma etapa carregasse lastro obrigatório de 5kg na etapa seguinte, os karts da Sprinter utilizavam coroa de 78 dentes e um difusor de 25mm e com o lastro obrigatório o kart pedia em torno de 2 décimos de segundo por volta. Agora a categoria adota coroa com três dentes a menos, um difusor de 22mm e o peso do conjunto kart/piloto subiu para 153kg, pelo que a diferença de dois décimos, aumentou para algo em torno de quatro décimos de segundo por volta. Dessa forma, ao invés de ser parabenizado por seu desempenho, o vencedor de cada corrida recebe uma punição por ter sido o melhor”, esclareceu no inicio da manhã o preparador carioca Jaime Campos, responsável por revelar talentos como Rogério Dourado e Henrique Lambert.

Mesmo com essa dificuldade, seu novo pupilo Luir Miranda surpreendeu na tomada de tempos classificatórios, estabelecendo a segunda melhor marca da pratica – 42s123 – e garantindo o posicionamento de seu bólido na primeira fila da disputada categoria.

Autorizado o inicio da disputa, Miranda conseguiu superar o pole position antes da tomada da primeira curva, assumindo a liderança da prova. Apesar do lastro adicional em seu kart, Luir Miranda (Jaime Campos/ Lofty/ C & C) tratou de impor à prova um ritmo avassalador, que não deu aos demais contendores a menor possibilidade de aproximação, para tentarem o combate direto pela posição. Decorridas as vinte e cinco voltas regulamentares, o Carioca Voador foi primeiro a divisar a bandeira a quadros tremulando nas mãos de Carlos Proença, o competente Diretor de Provas da FASP – Federação de Automobilismo de São Paulo.

Com o resultado conquistado, Luir Miranda conquistou o titulo de Campeão do primeiro turno da Copa São Paulo Light de Kart, garantindo a pole position para a primeira das duas baterias que integrarão a próxima etapa do certame regional paulista.

“O Luir está surpreendendo muito, pois apenas em fevereiro deste ano é que começou a andar com kart dois tempos e já venceu varias provas e conquistou o titulo de campeão do turno mesmo levando sete quilos a mais em seus kart. Além de seu inegável talento natural, conseguimos um entrosamento perfeito, pois ele consegue perceber em apenas um olhar o que deve fazer na pista”, detalhou o competente preparador carioca. “Mas não podemos deixar de parabenizar os pilotos cariocas que não medem esforços ao sair do Rio de Janeiro para fazer um bom trabalho nas pistas brasileiras e, ao mesmo tampo, fazer um apelo para que o governo do estado do Rio de Janeiro olhe com atenção para o automobilismo carioca, que tem dignificado em muito o estado, bem mais que outros esportes que contam com apoio governamental”, concluiu Jaime Campos.

Confira o resultado completo da Sprinter B na quarta etapa da Copa São Paulo Light de Kart:

1.- Luir Miranda (Jaime Campos/ Lofty/ C & C), com 25 voltas em 17m48s710
2.- Felipe Bechtold, a 1s741
3.- Emanuel da Silva Neto, a 1s922
4.- Bruno Balarin, a 4s875
5.- João Pedote, a 9s300
6.- Renan Papareli, a 13s472
7.- Luana Pedrosa, a 13s581
8.- Pietro Fantin, a 14s424
9.- Victor Luz, a 15s986
10.- João Resegue, a 21s381
11.- Victor Moura, a 23s057
12.- João Victor Toscan, a 24s340
13.- William Ferens, a 24s355
14.- Kenneth Rodrigues, a 33s725
15.- Felipe Marra, a 1 volta
16.- Fernando Silva, a 2s989
17.- Matheus Protti, a 9 voltas
18.- Victor Bastos, a 0s123
19.- Rodrigo Santillan, a 23 voltas
20.- Renato Negrão, a 24 voltas

Pole: Emanuel Silva Neto, com 42s361
Melhor Volta: Bruno Balarin, com 42s150

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *