Kart: Na Bahia definidos os primeiros campeões da 11ª Copa Brasil de Kart

Foram definidos hoje (sábado, 10), os primeiros campeões da 11ª. edição da Copa Brasil de Kart, que termina amanhã no Kartódromo Ayrton Senna, em Lauro de Freitas, município da grande Salvador.

Novatos: Bruno Ferreira chega em segundo e é o primeiro campeão

 

O segundo lugar na primeira prova deste sábado garantiu a Bruno Ferreira o título de campeão da 11ª. Copa Brasil de Kart. Vencedor da bateria de ontem (sexta, 9), o paulista liderou a maior parte das 25 voltas de hoje e terminou em segundo.  Na largada Bruno Ferreira se impôs, desta vez sobre Felipe Marra, seu rival mais serio nas 25 voltas da prova e Renan Paparelli. Na nona volta, na entrada de chegada, Paparelli forçou uma ultrapassagem por dentro no final da reta oposta e ganhou a segunda posição. Marra saiu da pista e se atrasou. Na 19ª volta o líder se aproxima de Victor Fazekas, retardatário que ajudou a definir a corrida de ontem (sexta, 9), mas, para evitar ser novamente desclassificado, desta vez facilitou a ultrapassagem dos líderes. Duas voltas mais tarde Ferreira e Paparelli se tocaram no final da reta oposta e saíram da pista. Marra se aproveitou da confusão e assumiu a ponta, cinco e nove segundos à frente de ambos, respectivamente. Com esse resultado Ferreira garantiu o titulo da categoria.

 

1)    Felipe Marra, RJ, 25 voltas em 19m4s426, média de 82s967 km/h;

2)    Bruno Ferreira, SP, a 5s640;

3)    Renan Paparelli, SP, a 10s284;

4)    João Lopes, ES, a 13s505;

5)    Rafael Ferreira, DF, a 17s239;

6)    Yuri Carvalho, MG, a 21s633;

 

Melhor volta:

                                                                               

Resultado da Copa Brasil Novatos

 

1) Bruno Ferreira, 20 pontos; 2) Felipe Marra, 18; 3) João Lopes, 16; 4) Renan Paparelli, 11; 5) Rafael Ferreira, 11; 6) Jean Spolador, 10; 7) Yuri Carvalho, 9; 8) Felipe Donato, 8; 9) Eric Martins, 5; 10) Victor Fazekas, 2

 

Júnior: Franzoni é tri-campeão

 

A exemplo do que aconteceu na primeira largada do dia, o segundo lugar na bateria de hoje também definiu mais um campeão da 11ª. edição da Copa Brasil de Kart, neste caso o paulista Victor Franzoni, que conseguiu o seu terceiro título nesta competição. As outras conquistas foram em 2008, na categoria Júnior Menor (2008) e Cadete (2005). Esta manhã Franzoni largou na ponta, seguido por Johilton Pavlak, mas se tocaram na segunda volta e foram superados por Jean Aguiar. Na décima passagem Franzoni reassumiu a ponta, até repetir o incidente do início da corrida, o que permitiu a Jean Aguiar assumir a liderança na décima passagem. Cinco voltas mais tarde Franzoni e Pavlak se atrapalham no final da reta oposta e são ultrapassados por Jan Aguiar e Marco Tulio. Duas voltas mais tarde, Franzoni assume o segundo posto, posição em que recebeu a bandeirada de chegada, 0s204 atrás do vencedor Túlio.

 

1)    Marco Túlio, TO, 24 voltas em 18m13s250, 83,277 km/h;

2)    Victor Franzoni, SP, a 0s204

3)    Johilton Pavlak, RN, a 1s106;

4)    Gabriel Casagrande, PR, a 3s053;

5)    Ítalo Leão, DF, a 7s015;

6)    Edson Júnior, MG, a 9s231;

 

Melhor volta: Johilton Pavlak, 44s806, média de 84,765 km/h

 

Resultado da Copa Brasil Júnior

 

1) Victor Franzoni, 20; 2) Johilton Pavlak, 18; 3) Ítalo Leão, 15; 4) Edson Júnior, 12; 5) Marco Souza, 11; 6) Gabriel Casagrande, 11; 7) André Pedralli, 8; 8) Jean Aguiar, 8; 9) Adrielle Sabarin, 6; 10) Eurico Tavares, 4.

 

Mirim: Definição na última volta

 

Faltavam apenas duas curvas para a bandeirada de chegada e tudo indicava que o paulista Igor Mello conseguiria o título da categoria Mirim. No entanto, a tentativa de defender a posição e tornar-se o novo campeão acabou criando a oportunidade que faltava ao brasiliense Nathan Willian, segundo classificado na bateria de ontem. Como a o critério de desempate é o resultado na bateria final, Willian levou a melhor por uma diferença de apenas 0s186.

 

1)    Nathan William, DF 15 voltas em 13m42s992, 69,233 km/h;

2)    Igor Melo, SP, SP, a 0s186

3)    João Pedro Guim, DF, a 0s234

4)    Gregory Diegues, SP, a 0s305;

5)    Raikkonen Saknezian, SP, a 6s135;

6)    João Victor Dellapenna, DF, a 6s712.

 

Melhor volta: Nathan Willian, 53s713, média de 70,709 k/h.

 

Resultado da Copa Brasil:

1) Nathan Willian, 20 pontos; 2) Igor Melo, 20; 3) João Pedro Guim, 16; 4) Gregory Diegues, 14; 5) Eugen Gotze, 9; 6) Raikkonen Saknezian, 6, 7) Felipe Drugovich, 6; 8) João Victor Dellapenna, 5; 9) Victor Uchoa, 5; 10) João Rosate, 4.

 

Júnior Menor: Yago confirma título

 

Yago Cesário terminou em segundo e na segunda bateria de sua classe, 0s053 atrás de Léo Gimenes, após uma intensa disputa durante as 24 voltas da prova

.

 

1) Leo Gimenes, SP, 24 voltas em 18m27s423, média de 82,310 km/h;

2) Yago Cesário, GO, a 0s053;

3) Olin Galli, RJ, a 0s240;

4) Pietro Rimbano, a SP, a 3s696

5) Yuri Cesário, GO, 4s153

6) Cayan Chianca, PE, a 4s153

 

Melhor volta: Galli, 45s481, média de 83,507 km/h.

 

Resultado da Copa Brasil

1) Yago Cesário, 20 pontos; 2) Leo Gimenes, 19; 3) Pietro Rimbano, 16; 4) Yuri Cesário, 13; 5) Cayan Chianca, 9; 6) Olin Galli, 8; 7) Thiago Vivacqua, 8; 8) Ariel Varella, 6; 9) Arthur Fortunato, 5; 10) Flávio Matheus, 5

 

Cadete: Raucci leva título em resultado inédito

 

O paulista Giuliano Raucci e o gaúcho Victor Matzenbacker protagonizaram a chegada mais emocionante de todas as baterias disputadas até a disputa da segunda bateria final da categoria Cadete. Baixada a bandeirada de chegada os cronômetros indicaram o mesmo tempo total para os dois pilotos, resultado que levou os comissários desportivos a declarar empate entre os dois, resultado que definiu o título a favor de Raucci. Desde a largada os dois se isolaram na liderança e foram seguidos por um bloco compacto que chegou a ter 16 competidores. Ao final das 12 voltas da prova interrompida na segunda volta em função do acidente com Otávio Maia – o paraibano capotou seu kart mas não sofreu ferimentos -, o terceiro lugar ficou para João Branquinho.

 

1) Giuliano Raucci, SP, 12 voltas em 10m32s939, 72,002 km/h;

2)  Victor Matzenbacker, RS, a 0s0;

3) João Branquinho, GO, a 3s789

4) Pedro Fonseca, RN, a 4s701;

5) Vinicius Balbuena, SP, a 4s898;

6) Zaiya Fontana, RJ, a 5s867 .

 

Melhor volta: Yuri Carvalho, 51s713, média de 73,444 km/h.

 

Resultado da Copa Brasil

1) Giuliano Raucci, 22 pontos; 2) Victor Matzenbacker, 20; 3) Matheus Jacques, 12; 4) João Branquinho, 10; 5) Vinicius Baubuena, 9; 6) Zaya Fontana, 9; 7) Renatinho Jr, 8; 8) Pedro Silva, 7; 9) Yurik Carvalho, 6; 10) Mauro Auricchio, 4.

 

Graduados A: domínio de Jimenez

 

Na primeira bateria de Pilotos Graduados A o paulista Sergio Jimenez assumiu a liderança na largada e distanciou-se dos seus rivais, que não o ameaçaram em nenhum momento da prova. Destes, Alain Sisdeli foi o melhor e completou o percurso de 25 voltas em segundo lugar. Além da pole e liderança de ponta a ponta, Jimenez fez também a melhor volta da competição.

 

1.)  Sergio Jimenez, SP, 25 voltas em 18m17s219, média de 86,537 km/h

2.)  Alan Sisdeli, SC, a 1s553

3.)  Tiago Ávila, PR, a 3s679

4.)  Matheus Protti, SP, a 8s855

5.)  Dennis Dirani, SP, a uma volta

6.)  Marcelo Anselmi, PR, a uma volta

 

Melhor volta: Jimenez, 43s388, média de 87,536 km/h

 

Graduados B: Jonathan Louis domina

 

Jonathan Louis liderou de ponta a ponta e teve em Vinicius Perdigão – que cruzou a linha de chegada em segundo -, seu adversário mais próximo. Jean Claude Paturle, João Gontijo e Victor Luz disputaram a terceira posição.

 

1)    Jonathan Louis, PR, 24 voltas em 17m31s759, média de 86,666 km/h.

2)    Vinicius Perdigão, GO, a 15s752;

3)    Jean Claude Paturle, MG, a 18s046;

4)    João Gontijo, DF, a 20s300;

5)    Victor Luz, BA, a 23s114;

6)    Pietro Fantin, PR, a 31s330;

 

Melhor volta: Pietro Fantin, 43s350, média de 87,612 km/h.

 

Sênior B: Felipe Meira em pista úmida

 

Felipe Meira não teve problemas para dominar a primeira bateria da categoria Sênior B, que terminou com a pista úmida, poucos antes de começar a chover sobre o Kartódromo Ayrton Senna. Com a pista molhada os comissários desportivos interromperam a prova na décima quarta volta.

 

1)    Felipe Neira, DF, 14 voltas em 11m10s550, média de 79,296 km/h

2)    Michael Meneghel, SC, a 8s238;

3)    Célio Oliveira, BA, a 16s760

4)    Sérgio Simão, DF, a 18s045

5)    Roberto Gomes, RS, a 42s866

6)    Luiz Moura, ES, a 1m20s614

 

Melhor volta: Sérgio Simão, 44s954, média de 84,486 km/h

 

Sênior A: Deu Nicastro sem problemas

 

O carioca André Nicastro não teve nenhum problema para dominar a bateria reservada para pilotos da categoria Sênior A. Alessandro Xavier e Rodrigo Piquet protagonizaram uma das poucas disputas desta prova, disputada em pista molhada no início das 20 voltas e que foi secando pouco a pouco.

 

1)    André Nicastro, RJ, 20 voltas em 18m48s964, média de 67,283 km/h

2)    Alessandro Xavier, PR, a 18s013

3)    Rodrigo Piquet, DF, a 33s379

4)    Marcelo Meneghel, SC, a 34s176

5)    Tadeo Mascarenhas, BA, a 39s425

6)    Franklin Maiolino, BA, a 53s594

 

Melhor volta: Rodrigo Piquet, 55s062, média de 68,989 km/h.

 

Super Sênior: Russo foi o melhor

 

O veterano Renato Russo dominou a prova para a categoria Super Sênior, prova onde o duelo entre os baianos Rogério Rezende e Euvaldo Luz, pela terceira posição foi a grande atração. Nas últimas cinco voltas da prova de 20 os dois se tocaram várias vezes até que Rezende – autor da melhor volta da prova -, superasse seu adversário.

 

1)    Renato Russo, SP, 20 voltas em 15m35s767, média de 81,174 km/h.

2)    Valdomiro Oliveira, BA, a 4s648

3)    Rogério Rezende, BA, a 8s587

4)    Euvaldo Luz, BA, a 9s157

5)    Guilder Carvalho, MG, a uma volta

6)    Ítalo Valeriano, a uma volta

 

Melhor volta: Rogério Rezende , 45s334, média de 83,778 km/h

 

Super F4 – Oliveira administra vantagem e vence

 

Valdomiro Oliveira venceu a última bateria do dia, depois superar Thiago Azalini, que liderou a parte inicial desta prova. Azalini ainda tentou recuperar a posição, mas pouco a pouco Oliveira construiu uma boa margem que lhe permitiu administrar a posição para receber a bandeirada em primeiro após 25 voltas. Na ultima passagem pelo percurso de 1.055 metros Maiolino superou Cunha na entrada dos “Esses” para terminar em terceiro.

 

1)    Valdomiro Oliveira, BA, 25 voltas em 20m1s786, média de 79,007 km/h.

2)    Thiago Azalini, DF, a 2s704,

3)    Franklin Maiolino, BA, a 9s450,

4)    Paulo Cunha, BA, a 10s423,

5)    Luiz de Sena, BA, a 11s462

6)    Mário Dantas Filho, BA, a 17s634

 

Melhor volta: Valdomiro Oliveira, 47s516, média de 79,931 km/h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *