Kart: No Distrito Federal, Copa Centro-Oeste teve disputas de arrepiar

A Copa Centro-Oeste de kart abriu, neste final de semana, o segundo semestre de competições no Guará – DF. As disputas aconteceram pela primeira vez este ano no Kartódromo Ayrton Senna, no último sábado e domingo. A quinta rodada dupla do ano somou pontos para nona e 10ª etapas da competição. As atividades da programação de sábado (15) começaram com o sorteio de motores para todas as categorias. Em seguida os pilotos puderam fazer treinos de aquecimento e a categoria F400 show fez a primeira e a última disputa do dia, completando assim suas duas corridas.

Vale lembrar que a classe tem um formato de disputa diferente das demais. A duração da prova é de 40 minutos onde após 15 minutos decorridos de prova é aberto um período de dez minutos para que os pilotos entrem nos boxes. A parada é feita para pesagem obrigatória dos karts. Desde a tomada de tempos a disputa foi grande entre os três melhores classificados. Melhor para Thiago Rappa que fez a pole. Ele, Veberlei Carneiro e César Aidar ficaram separados por milésimos. Na primeira prova válida pela nona etapa, Rappa e Veberlei duelaram tanto pela ponta que acabaram se encostando e deixando o caminho livre para César Aidar vencer. Veberlei ainda se manteve com o segundo posto seguido de Jóbis Ferreira que havia largado na sexta posição e terminou em terceiro.

Na segunda prova da rodada, o nome da vez foi de César Aidar. Ele dominou durante todo o tempo fazendo as voltas mais rápidas da pista. Foi seguido de perto por Thiago Rappa que se recuperou após largar da sexta posição e finalizou no segundo posto. Veberley Carneiro estava logo atrás cruzando no terceiro posto.

A categoria Mirim mais uma vez demonstrou que a rivalidade entre os pilotos começa cedo na pista. Na tomada de tempos a pole ficou com João Victor Coqueiro. Durante a primeira bateria ele e Samuel Gontijo abriram larga vantagem dos demais, com mais de 15 segundos. Fizeram um prova à parte e Coqueiro demonstrou muita maturidade ao suportar os constantes ataques de Gontijo. João Pedro Custódio até tentou acompanhar o grupo mas, um pneu furado lhe tirou a chance. Melhor para Gustavo Araújo que partiu da última posição e fez uma corrida de recuperação. Coqueiro venceu seguido de Gontijo. Araújo cruzou no terceiro posto.

Mesmo com os bons resultados anteriores nem tudo estava ganho para o pole João Victor Coqueiro. Ele liderou durante boa parte da prova, mas, o recém chegado Nathan Wiliam desequilibrou sua predominância. Mesmo sem ter participado da corrida anterior ele partiu da última posição no grid e logo nas primeiras voltas estava brigando pela ponta. Desta vez a disputa entre os dois não permitiu que abrissem grande vantagem sobre os demais. Nathan venceu, seguido de Coqueiro e João Pedro Custódio.

O grid da categoria Cadete já sinalizava belas disputas entre os 13 pilotos alinhados. A pole ficou Luiz Felipe Branquinho que largou sabendo da responsabilidade de manter seu posto. Contudo, após a bandeirada inicial, João Vieira que vinha em seguida pulou em sua frente. Logo na primeira curva vários competidores se envolveram em uma batida, mas, todos voltaram à pista. Daniel Badra saiu da quinta posição e chegou a liderar por algumas voltas. Contudo, perdeu sua chance ao escapar da pista. Melhor para José Pereira que largou do sexto posto e vinha acompanhando o ritmo de Badra. Pereira chegou em primeiro seguido de João Vieira em segundo e Augusto Pereira que havia largado do 11º posto.

Na segunda corrida da etapa João Vieira aproveitou seu segundo posto no grid para pular rapidamente para a primeira posição. A manobra durou poucas voltas quando Luiz Felipe Branquinho assumiu a ponta. Branquinho liderou durante quase todo o tempo, mas, a três voltas do fim foi ultrapassado. A disputa foi tamanha que até o final ninguém arriscava o nome do vencedor, pois, os três chegaram praticamente juntos. Desta vez João Vieira recebeu a quadriculada em primeiro seguido de José Pereira e Branquinho, no terceiro posto.

As categorias Júnior e Júnior Menor correram juntas nas duas etapas da rodada. Na tomada de tempos a pole da Júnior ficou com João Câmara e Pedro Fortes largou na frente pela Júnior Menor. Apesar de estarem juntas, na primeira corrida Câmara e Ítalo Leão abriram grande vantagem dos demais e fizeram uma corrida à parte. Durante todo o tempo eles se alternavam na pista, mas, o resultado final trouxe novamente Câmara em primeiro seguido de Leão. Pela Júnior Menor Fortes se aproveitou da pole para abrir vantagem e cruzar com tranqüilidade na primeira posição. Logo em seguida estavam Marcos Vieira em segundo e Pedro Piquet, no terceiro posto. Na prova da 10ª etapa a rivalidade entre os dois competidores da Júnior teve um final triste para Ítalo Leão. Numa briga muito acirrada  com João Câmara, a poucas voltas do fim, Ítalo Leão foi desclassificado por atitude antidesportiva deixando a vitória, novamente, para Câmara. A Júnior Menor teve mais uma vez a vitória de Pedro Fortes seguido de Marcos Vieira. Desta vez o terceiro posto ficou com Gustavo Borges que largou da última posição.

A categoria Novatos correu junto com a Sênior. Esta última teve desde a tomada de tempos a liderança de Rodrigo Piquet. Pela Novatos o nome foi o de Rafael Almeida. Ele venceu as duas corridas com Guilherme de Moura em segundo. Largando do primeiro posto nas duas provas, Piquet liderou de ponta a ponta. Brigando pela segunda colocação estavam Anderson Faita e Sérgio Simão. Contudo, os dois acabaram se chocando e deixaram o posto para Fábio Oliveira que, assim, terminou em segundo nas duas provas. Tino Soares chegou na terceira posição na primeira prova e, Arilson Brito, ficou com o posto na segunda corrida.

Com tantas emoções o campeonato continua seu calendário no início de setembro., A sexta rodada será disputada em Goiás, entre os dias cinco e seis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *