Kart: Piloto da F3 Sulamericana encara desafio no kart

Clemente Faria Júnior, melhor estreante da temporada 2006 da F3, abre a temporada na Copa Petrobras Sorriso Campeão de Kart.


O piloto mineiro Clemente Faria Júnior (Oi/Banco Rural/Barbosa Mello/RM Sistemas), que disputou a temporada 2006 da Fórmula 3 Sul-Americana e terminou como o melhor estreante da categoria, volta no próximo final de semana à modalidade que lhe rendeu quatro títulos nacionais: o kart. Enquanto não começa os preparativos para a nova temporada na Fórmula 3, Clemente Faria Júnior vai participar da Copa Petrobras Sorriso Campeão – torneio que será realizado no próximo dia 03 de fevereiro em Interlagos, São Paulo. O piloto de 19 anos de idade viaja até a capital paulista com um único objetivo: vencer a Copa Sorriso e se classificar para a final da Seletiva Petrobras de Kart. “Estou indo para São Paulo e não tenho outra meta se não vencer essa competição. Vai ser mais complicado porque não corro de kart há algum tempo e vou disputar contra pilotos que estão mais treinados. Mas espero fazer valer a experiência para ganhar e garantir a vaga na Seletiva”, afirma Clemente Júnior que já foi finalista da Seletiva em duas oportunidades: 2004 e 2005.

A Copa Petrobras Sorriso Campeão já é famosa em São Paulo por abrir a temporada do kartismo local. Embora disputada na capital paulista, a competição atrai pilotos do Brasil todo que aproveitam a oportunidade para testar seus equipamentos e pegar o ritmo de corrida antes do início dos campeonatos regionais. A quarta edição da Copa Sorriso Campeão vai contar com cinco categorias: Cadete, Júnior Menor, Júnior, Novatos e Graduados. Todas contarão com motores sorteados pelos organizadores, o que promete maior equilíbrio e muitas disputas nas corridas. Clemente Faria Júnior vai participar da Graduados, a principal do torneio, que vale três vagas na Seletiva Petrobras e usará os motores Biland – de quatro tempos de ciclo e 250cc, diferentes dos motores usados normalmente no kartismo (que têm 125cc e dois tempos de ciclo). “A última vez que eu corri com os Biland foi em 2005, na final da Seletiva Petrobras daquele ano. Não é um motor difícil de se adaptar. Acredito que em poucos treinos já vou conseguir bons tempos de volta”, aposta o mineiro.

Com o apoio da Petrobras, a Copa Sorriso também cumpre um papel social. Cada piloto participante pode inscrever dois mecânicos no Projeto Sorriso Campeão. Dessa maneira, os dois indicados e suas respectivas famílias (esposas e filhos com até 12 anos de idade) receberão um ano de tratamento odontológico básico gratuito.   Já a final da Seletiva de Kart Petrobras vai reunir 14 pilotos selecionados durante o ano em uma disputa. O vencedor dessa competição ganhará 100 mil reais que deverão ser usados na continuidade da sua carreira. As corridas da Copa Sorriso estão marcadas para começar às 13h deste sábado, em Interlagos. A categoria Graduados fará duas baterias: a primeira às 14h e a segunda, às 15h30.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *