Kart: Rafael Suzuki é o vencedor da Seletiva Petrobras 2007

O piloto paulista Rafael Suzuki (SV Labs / Shutt) conquistou na tarde desta quarta-feira, no Kartódromo de Piracicaba – SP, o título de Campeão da Seletiva Petrobras de Kart 2007. Como recompensa o piloto receberá a quantia de R$ 100 mil da estatal petrolífera, o maior prêmio da história do kartismo brasileiro.

Rafael, que completou nesta temporada a sua quinta participação na final da Seletiva, pode ter disputado esta competição pela última vez. Isto porque, pelo novo regulamento, somente podem se classificar para a disputa competidores com idade de até 20 anos. Suzuki completará 21 em 2008.


 


A Seletiva é uma competição realizada pela Petrobras visando dar um aporte financeiro para jovens pilotos darem prosseguimento à suas carreiras. Durante o ano os promotores do evento utilizam várias competições regionais para selecionarem os pilotos aptos a disputarem a prova final. Suzuki conquistou sua vaga após vencer a etapa do Rio Grande do Sul, considerada uma das mais difíceis da temporada.


 


A final, propriamente dita, começou nesta terça-feira e reuniu os 14 melhores kartistas da atualidade. Suzuki, desde a primeira atividade, foi o piloto mais rápido e, em nenhum momento, deixou de liderar a competição.


 


Ontem, após as tomadas de tempo e a primeira prova eliminatória, o representante da SV Labs / Shutt já somava 32 pontos, contra 28 do segundo colocado. Nas atividades de hoje, Suzuki continuou tranqüilo na liderança. O piloto participou da última prova eliminatória, onde teve seu único problema da competição – o motor quebrou – e, já na parte da tarde, das duas provas finais. Nestas oportunidades, por sua vez, Suzuki impôs um ritmo muito forte e venceu as duas provas com tranqüilidade e, após a bandeirada, comemorou bastante a conquista do prêmio.


 


“Foi uma competição fantástica. A Seletiva tem um regulamento muito específico e, após cinco participações, posso dizer que me graduei este ano com a conquista do título. Procurei ser bastante rápido no primeiro dia, pois, o maior número de pontos esteve jogo ontem. Hoje, mesmo tendo quebrado na última eliminatória, estive muito tranqüilo e focado nas provas finais. Estou muito feliz pela conquista deste título, que, apesar de parecer ser apenas do piloto, teve uma grande participação da Sabiá Racing, que esteve comigo competições e em toda a temporada e, da minha família, que jamais saiu do meu lado”, comemorou.


 


Suzuki ainda não sabe o que fará com o prêmio, mas, garante que será inteiro revertido para sua carreira. “Meu objetivo é me tornar o mais rápido possível um piloto profissional. Quero direcionar este prêmio para o investimento na próxima temporada, provavelmente na Fórmula-3, mas, ainda não sei ao certo em qual Campeonato. Vamos estudar muito todas as possibilidades e, junto aos demais patrocinadores, achar a opção mais viável”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *