Kart: Sabiá Racing quer repetir desempenho do último sábado

Repetir o excelente desempenho da equipe no último sábado, quando da disputa da 5ª etapa do Paulista Light, é o maior desejo de Cláudio “Sabiá” Dantas, chefe da vitoriosa equipe de kart Sabiá Racing. Na competição em questão, os pilotos da equipe venceram em três categorias, além de terem obtido ótimos resultados em outras.

No próximo sábado (23) o time paulista estará no Kartódromo da Granja Viana, em Cotia (SP), disputando a 4ª etapa do Campeonato Paulista Granja Viana e vivenciando três situações diferentes através dos três pilotos que defenderão a equipe.

Com Rafael Suzuki, que lidera a competição na categoria Shifter Kart, a mais rápida do kartismo brasileiro, a expectativa é de vitória e ampliação da liderança, que hoje é, de certa forma, confortável, já que o piloto tem 20 pontos de vantagem sobre o segundo colocado.

Na categoria Executive a Sabiá Racing compete com o piloto José França, atualmente vice-líder da competição, a 5 pontos do líder. A expectativa do piloto e da equipe é, de forma óbvia, buscar a vitória e assumir a liderança na categoria.

E por fim uma expectativa totalmente diferente envolve a participação e a estréia de Pedro Nunes também na categoria Shifter. O piloto, que atualmente compete no Campeonato Europeu de Fórmula Renault, está vivendo um momento de folga em seus compromissos e, para manter-se em atividade, resolveu disputar a prova na Granja Viana. Naturalmente, como piloto de ponta que é, buscará a vitória, mas seu principal objetivo será se manter em forma.

“Vamos para a pista com objetivos bastante distintos, não resta dúvida, principalmente com relação ao Pedro. Mas vamos trabalhar, como sempre, muito seriamente, buscando oferecer a nossos pilotos um equipamento bastante competitivo e rápido. E, se tudo der certo, esperamos comemorar ótimos resultados”, disse Cláudio Dantas, cuja equipe esteve nos dois últimos dias treinando em Salvador (BA), visando sua preparação para o Campeonato Brasileiro, que será realizado naquela cidade de 24 a 28 de julho. “A chuva nos atrapalhou um pouco e não tivemos chance de fazer a programação de testes que queríamos. Mas, com certeza, também tivemos nosso lado positivo”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *