Kart: Sabiá Racing volta de Ipatinga comemorando título

Em automobilismo, tudo pode acontecer. Começa-se bem uma competição, passa-se a ter problemas de uma hora para outra e, mais tarde, a alegria retorna. Isto acontecer de forma inersa, mas, de qualquer maneira, sabe-se que a incógnita é que faz com que o automobilismo seja um esporte apreciado por quem apenas assiste nas arquibancadas ou está diretamente envolvido, competindo.

E foi esta situação que a Sabiá Racing, uma das mais competentes equipes do kartismo brasileiro, viveu na última semana em Ipatinga (MG), onde disputou a 9ª edição da Copa Brasil de Kart. O time, desde cedo, viu seus pilotos freqüentarem as primeiras posições nos treinos e, logo após, comemorou a conquista de três poles.

No primeiro dia de corridas praticamente só tristeza, uma vez que os resultados obtidos ficaram longe da expectativa, com abandonos, quebra de motores e coisas do gênero.

O time, que competia com cinco pilotos, viu a situação mudar no último dia de competições, quando foi disputada a segunda bateria e os resultados começaram a aparecer, virando uma situação que já havia sido boa.

João Horto, que competia na Graduados B, conseguiu um ótimo resultado e finalizou a competição subindo ao pódio em sua categoria e alcançando um terceiro lugar na classificação final. Na Sênior A Daniel Croce também se recuperou de um mau começo e igualmente subiu ao pódio em terceiro.

Vitor Teiji foi o 8º na Graduados A, enquanto que Fernando Croce, que teve seus motores travados nas duas baterias, acabou não podendo defender seu título na Super Sênior.

O melhor resultado foi obtido por Fernando Gomes Croce. Ele, que havia sido segundo colocado na Sênior B na primeira bateria, venceu a segunda e garantiu para a Sabiá Racing o título de campeão da Copa Brasil na categoria.

“Foi uma Copa Brasil de altos e baixos. Tivemos um bom início, com ótimos treinos e uma tomada de tempos melhor ainda. A primeira bateria foi muito ruim, mas no último dia, na segunda bateria, nos recuperamos bem em quase todas e conseguimos sair de Ipatinga com um título e outros bons resultados”, disse Sabiá, o chefe da equipe. “Automobilismo é assim mesmo, cheio de reviravoltas”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *