Kart: Victor Carbone volta ao kart e quer lutar por pódio na categoria Sudam

Depois de competir na atual temporada no automobilismo americano, mais especificamente na Skip Barber, o paulista Victor Carbone (Nevoni) está de volta ao Brasil e ao kartismo. E em sua volta, um duro e equilibrado compromisso: a disputa do Campeonato Brasileiro na categoria Sudam.

Ainda ressentindo-se da necessidade de um melhor preparo físico, Victor Carbone começou nesta terça (8) sua participação no evento, que está sendo realizado na Grande Fortaleza, em Eusébio (CE), no Kartódromo Julio Ventura. “A diferença entre o kart e um monoposto é muito grande em termos de desgaste físico para um piloto. O kart é muito exigente e é necessário estar muito bem preparado. Confesso que cansei no primeiro dia de treinos”, admite Carbone.


 


No primeiro treino Victor ficou em 12º, a mais de dois segundos do primeiro colocado. No segundo ele ganhou uma posição e diminuiu a diferença para cerca de 1,5 segundos. Hoje (9) pela manhã no terceiro treino ele melhorou muito e terminou em 6º, a meio segundo do piloto mais rápido.


 


“Já estou me readaptando bem ao kart. Não chega a ser um bicho de sete cabeças e quem já competiu não esquece. Melhoramos muito hoje pela manhã, em todos os aspectos, e acho que amanhã na tomada de tempos poderei obter um bom resultado”, diz o piloto, que compete pela Quirino Racing, com motores preparados por Passoca e chassi da Kart Mini.


 


Em seu retorno ao kart, Victor Carbone terá como principal objetivo classificar-se entre os seis primeiros colocados, os que subirão ao pódio. “Terei como dificuldades a necessidade de readaptação e meus adversários. A Sudam reúne grandes nomes do kartismo brasileiro e certamente será uma das mais competitivas e equilibradas categorias aqui no Ceará”, avalia o piloto apoiado pela Nevoni. “Minha equipe é competente, terei um bom chassi e um bom motor e acho que tenho boas chances. Estou bastante empolgado para atingir meu objetivo, ainda mais depois do bom treino de hoje pela manhã”, encerra Victor Carbone.


 


O Campeão Brasileiro será conhecido após a disputa de quatro baterias, a serem realizadas na sexta e sábado (11 e 12). Descartado o pior resultado das quatro baterias, o piloto que somar mais pontos é o campeão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *