Macau GT Cup: Augusto Farfus confirma participação na tradicional prova, marcada para novembro

Dono de histórico vitorioso em Macau nos tempos de WTCC, o piloto curitibano voltará a acelerar no Circuito da Guia entre 15 e 16 de novembro tendo como companheiro de equipe o alemão Marco Wittmann, campeão do DTM em 2014

Augusto Farfus é um dos pilotos inscritos para a disputa do Macau GT Cup, evento para carros de turismo que faz parte do 61º Macau Grand Prix, entre 15 e 16 de novembro, na ex-colônia portuguesa. O curitibano de 31 anos foi convidado pela BMW Ásia para participar da prova e terá a chance de acelerar novamente a BMW Z4 GT3, agora pela equipe japonesa AAI. Farfus voltará a Macau para correr no desafiador Circuito da Guia, onde ostenta um histórico vencedor, sobretudo nos tempos de WTCC. Único brasileiro na lista prévia divulgada pela organização da prova, Augusto terá como companheiro de equipe o alemão Marco Wittmann, que conquistou o título da temporada 2014 do DTM.

Como piloto do WTCC, Farfus venceu logo em sua estreia no Circuito da Guia, em 2005, quando ainda competia pela Alfa Romeo, após ter largado na pole-position, sendo um dos poucos pilotos a triunfar em sua primeira tentativa. No histórico geral da sua participação pelo Mundial de Carros de Turismo, Augusto conquistou duas vitórias em Macau (2005 e 2009). Conhecedor dos segredos do traçado urbano de mais de 6 quilômetros, o brasileiro entende que terá todas as condições para fazer um bom trabalho e voltar a lutar pela vitória.

Além de Wittmann, Farfus encontrará outro piloto que disputa a temporada do DTM. Edoardo Mortara, conhecido como ‘Mr. Macau’ por ter vencido por três vezes a clássica corrida de F3 na ex-colônia portuguesa, é o atual campeão do Macau GT Cup e será um dos principais adversários do curitibano durante a corrida em novembro, que será realizada pouco menos de um mês depois do encerramento da última prova do DTM em 2014, em Hockenheim, no dia 19 de outubro.

Augusto Farfus:

“Será uma experiência fantástica voltar a correr em Macau, circuito que tenho grandes recordações dos meus tempos de WTCC. Fui um dos poucos pilotos que venceu no Circuito da Guia logo no ano de estreia. Então me lembro do Ayrton Senna, que disputou a clássica corrida de F3 e ganhou também na primeira tentativa. Fiquei bastante feliz com o convite feito pela BMW Ásia para fazer parte do Macau GT Cup e será mais uma grande oportunidade para voltar a guiar a BMW Z4 GT3, um carro que eu gosto tanto, e brigar pela vitória numa pista tão desafiadora.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *