Marcas: atrasos da programação e problemas nos freios atrapalham treinos de Guilherme Reischl

Uma série de reparos de segurança na pista do Autódromo Internacional Ayrton Senna atrasou toda a programação da quarta etapa do Brasileiro de Marcas. A sexta-feira teve apenas um treino livre de 20 minutos que, depois de uma pausa de mais de dois meses no calendário, pouco serviu para que os pilotos pudessem aprimorar o acerto dos carros para disputa no anel externo do circuito de Goiânia.

E se o tempo já era escasso para todo mundo, para o vice-líder do campeonato Guilherme Reischl o relógio correu ainda mais depressa. “Depois de ter usado as primeiras voltas para fazer o trabalho de shake-down do carro, fui abrir minha primeira volta rápida, acabei ficando sem freio e escapei. Tive de voltar para os boxes guinchado e treino acabou logo em seguida”, disse o piloto, que mesmo assim ficou com a quarta colocação.

Felizmente, o carro #37 não sofreu danos. Amanhã, os carros voltam à pista para mais dois ensaios. O primeiro às 7h25. O segundo às 8h50. A tomada classificatória acontece logo em seguida, das 11h às 11h10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *