Mercedes-Benz Challenge: Greve dos caminhoneiros adia treinos

A programação da etapa paulista do Mercedes Challenge desta sexta-feira teve que ser adiada por conta da paralisação nacional dos caminhoneiros. Dois motivos motivaram o adiamento: o primeiro deles foi a não chegada do combustível para abastecer os carros. O segundo, é que muitos caminhões das equipes ainda estão na estrada aguardando a liberação do movimento.

“Fico triste por não poder acelerar, mas acho que o movimento é muito válido para que possamos mudar alguma coisa neste país e mostrar que as pessoas estão insatisfeitas com os altos impostos e com a administração pública no geral”, disse o piloto mato-grossense Raijan Mascarello, da equipe Mottin, que está com seu caminhão parado na região de Criciúma (SC).

O combustível para os carros já está em São Paulo, porém, com o caminhão bloqueado na região de acesso às marginais.

A organização do evento está trabalhando com diversas possibilidades para manter a mesma quantidade de treinos, porém, passando toda a programação para o sábado. Até o momento, a corrida do domingo está confirmada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *