Mercedes-Benz Grand Challenge: Neto De Nigris vence em Interlagos e amplia liderança

Márcio Campos foi o segundo colocado e Rubens Tilkian completou o pódio

O paulista Neto De Nigris, da equipe De Nigris Europamotors, venceu a quarta etapa do Mercedes-Benz Grand Challenge, realizada neste domingo (18) no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Márcio Campos, da Sicredi Racing, chegou na segunda posição e Rubens Tilkian, da Comark Racing, garantiu a terceira colocação no pódio da categoria. Os modelos C250 Turbo retornam agora para a quinta etapa do Mercedes-Benz Grand Challenge entre os dias seis e oito de setembro em Curitiba, no Paraná.

O clima frio na capital paulistana não afastou o público e o entusiasmo geral no Autódromo de Interlagos durante a etapa. Na corrida deste domingo, Márcio Campos conseguia se manter na frente do pelotão até que um erro na parada obrigatória, fazendo com o que o piloto saísse antes dos dois minutos obrigatórios, causou uma punição ao bicampeão da categoria e deixasse Neto com caminho livre para a vitória.

Tentando se recuperar, Márcio aproveitou a briga entre Rubens e Edson Coelho Jr, da RSports, ultrapassou os dois pilotos e conquistou o segundo lugar, deixando para Tilkian o terceiro posto na prova. Satisfeito com a ampliação na liderança do campeonato, Neto De Nigris comemorou bastante o resultado após a linha de chegada final. “Larguei na segunda colocação e não fiz um bom início de corrida”, diz Neto.

“O carro estava muito bom e quando precisei passar o Rubens tive o desempenho necessário e deu certo. Consegui levar bem até o final e a vitória veio, quero agradecer minha equipe pelo trabalho no geral e nos boxes quando eu acabei perdendo um pouco o controle do tempo. Estamos nos esforçando ao máximo para ganhar este título e até o momento estamos conseguindo. Precisamos manter o ritmo”, encerra Neto De Nigris.

Chateado com a perda da chance de uma vitória, o bicampeão do Mercedes-Benz Grand Challenge, Márcio Campos, lamentou o ocorrido. “Não tenho o que falar do fim de semana. A equipe fez um trabalho perfeito, o carro estava sempre bom e não tivemos qualquer problema mecânico. Todos fizeram o que tiverem que fazer. Deu tudo certo na classificação e nos treinos, mas infelizmente na parada, por três décimos, perdemos”, diz o piloto.

“O resultado final foi bom, mas o Neto abriu na briga do título, então vamos trabalhar agora para em Curitiba começar a diminuir esta vantagem”, encerra Márcio Campos. Terceiro colocado na prova, Rubens Tilkian, da Comark Racing, ressaltou a competitividade da categoria. “A corrida foi boa, estou feliz e agradeço ao meu time que trabalhou até tarde ontem para garantir que o meu carro estivesse na melhor condição possível para a corrida”, revela Rubens.

“Infelizmente tivemos alguns probleminhas para superar, e acabei me envolvendo em dois incidentes na prova, mas estou contente com o resultado e de estar no pódio novamente. Vamos trabalhar mais para conseguimos conquistar nossa primeira vitória no ano e, assim, chegar ainda mais perto na disputa do título”, completa Tilkian. Confira o resultado final da corrida em Interlagos e a classificação do campeonato após quatro etapas realizadas.

Resultado em Interlagos:
1- Neto De Nigris – 23 voltas em 45min59s727
2- Marcio Campos – a 5s746
3- Rubens Tilkian – a 7s023
4- Edson Júnior – a 7s841
5- Leo De Nigris – a 27s410
6- Fernando Amorin Júnior – a 29s656
7- Arnaldo Diniz – a 32s501
8- Peter Gottschalk – a 34s960
9- Peter Gottschalk Júnior/Marcos Paioli – a 35s206
10- Linneu Linardi – a 1min07s513
11- Betinho Sartório – a 1min47s668
12- Roberto Santos – a 3min47s555
13- Cesare Marrucci – a 1 volta
14- Rafael Zapelini – a 1 volta
15- Beto Rossi – a 1 volta
16- Raphael Teixeira/Beto Santos – a 7 voltas

Classificação do campeonato:
1- Neto de Nigris – 68 pontos
2- Marcio Campos – 61
3- Rubens Tilkian – 58
4- Edson Júnior – 43
5- Fernando Amorim Júnior – 36
6- Arnaldo Diniz – 33
7- Cesare Marrucci – 29
8- Marcos Paioli – 29
9- Peter Gottschalk Júnior e Peter Gottschalk- 26
11- Leo De Nigris – 21
12- Roberto Santos 19
13- Betinho Sartório – 17
14- Linneu Linardi e Rafael Zapelini- 15
16- Beto Rossi – 14
17- Fernando Júnior – 13
18- Beto Santos/Raphael Teixeira – 9
19- Jorge Tamake Júnior – 4
20- Rodney Felício e Betão Fonseca – 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *