GT3 Brasil: Alan Hellmeister e Sérgio Laganá vencem as duas corridas da GT4 em Interlagos

Dupla foi perfeita em todo o fim de semana e se recupera no campeonato

Neste fim de semana em Interlagos, São Paulo, palco da quarta etapa da temporada 2013 do Campeonato Sudamericano de Gran Turismo, na categoria GT4, as ações foram dominadas pela dupla Alan Hellmeister e Sérgio Laganá, de Aston Martin Vantage. Hoje, Leo Burti e Valter Pinheiro, de Lotus Evora, chegaram em segundo e Fabio Greco e Valter Rossete completaram o pódio com a Maserati Gran Turismo MC.

Comemorando o duplo triunfo, Sérgio Laganá destacou a evolução do time. “Acho que no sábado fiz a melhor corrida da minha vida na GT4. Hoje consegui entregar o carro para o Alan em primeiro lugar e nunca havíamos vencido duas corridas em um mesmo fim de semana. Foi excelente, acho que a equipe, através do Zé David, meu companheiro de pilotagem, todos trabalhamos juntos e melhoramos e assim conquistamos os melhores resultados”, encerra Laganá.

Concordando com Sérgio, Alan Hellmeister reforçou a evolução apresentada pelo seu parceiro à bordo do Aston Martin Vantage. “Concordo com tudo, claro. Primeiro o fim de semana foi ótimo e desde que começamos a pilotar juntos nunca havíamos vencido duas provas no mesmo fim de semana, o que é uma sensação ótima para nós. Com os resultados conseguimos melhorar nossa posição no campeonato, mas ainda precisamos continuar melhorando”.

“Nos sentimos realizados por ver todo o trabalho feito pelo Sérgio durante o fim de semana, que evoluiu muito. Temos que continuar assim, melhorar ainda mais e continuar trabalhando para ganhar mais corridas e buscar a liderança do campeonato”, completa Alan Hellmeister. Segundo lugar neste domingo com sua Lotus Evora, Valter Pinheiro saiu satisfeito com o resultado. “Dos males o menor”, diz o piloto.

“Ontem tivemos que nos arrastar na pista para ganhar alguns pontos por uma quebra, mas hoje tivemos condição de acelerar desde o começo, embora eu tenha cometido um erro no começo e por isso quero pedir desculpas para o Valter Rossete e o Fábio Greco por ter batido neles, sem querer, no início da corrida. Como um todo foi uma pontuação razoável, continuamos líderes na GT4 e vamos nos esforçar bastante para tentar ganhar as duas provas”, completa Pinheiro.

De volta à categoria após três etapas ausente, Leo Burti diz que ainda há muito o que melhorar. “Ainda tenho que tirar ferrugem deste tempo parado, mas foi legal. O carro ontem era muito bom, ainda mais na chuva, mas tivemos o problema na suspensão e acabou. Hoje, de novo, tentei dar o que podia para chegar no Hellmeister, mas quando vi que ele estava andando igual fui junto para garantir um bom resultado, já que constância é o mais importante para vencer”.

“Pensei no campeonato do Valter já que eu não tenho chance de vencer. Curitiba é uma boa pista para nós, temos que evitar quebras e trabalhar bastante na oficina para evitar que uma porquinha que seja, como ontem, estrague nossa corrida. O equilíbrio da categoria está bacana com trocas de posições e quero dar os parabéns para a organização pelo trabalho que foi realizado neste fim de semana aqui. Esta é uma baita categoria e com um clima fantástico”, encerra Burti.

Terceiro colocado nesta prova, Fábio Greco ressaltou a dificuldade enfrentada pelo seu time durante o fim de semana. “Tivemos nas duas corridas problemas na primeira volta, logo na segunda curva, quando fomos tocados para fora da pista. Nos recuperamos, mas a Maserati Gran Turismo MC está inferior aos outros da categoria, nós paramos no tempo. Temos que trabalhar e melhorar para voltar a disputar vitórias”, fala Greco.

“Temos, na verdade, que voltar a fazer o trabalho em 2013 do que fazíamos em 2011 e 2012. De toda forma, estando na pista, qualquer coisa pode acontecer. Toda a categoria está trabalhando junta, no caminho certo, para melhorar e já superamos esta nuvem negra que pairava no começo do ano. Vamos em frente agora buscando o melhor para todos”, completa Fabio Greco, parceiro de Valter Rossete, campeão da categoria em 2010.

Classificação do campeonato GT4:
1 – Valter Pinheiro – 143
2 – Renan Guerra – 115
3 – Willian Freire e Duda Oliveira – 106
4 – Sérgio Laganá e Alan Hellmeister – 123
5 – Valter Rossete e Fábio Greco – 88
6 – Henrique Assunção – 48
7 – Leonardo Burti e Ronaldo Kastropil – 28
9 – Hypolito Martinez, Marcelo Karan e Marcos Ramos – 20
10 – Ricardo Landi e Max Wilson – 17
11 – Oswaldo Filho e Eduardo Scheer – 11

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *