Mil MIlhas: Trio da Stock disputa prova com Porsche GT3

Felipe Maluhy faz sua estréia na tradicional corrida ao lado dos amigos Hoover Orsi e Ricardo Maurício na equipe Baluarte Racing.


O paulista Felipe Maluhy, piloto da equipe Terra Avallone na Stock Car V8, disputará no dia 21 de janeiro no circuito de Interlagos (SP) a histórica Mil Milhas Brasil, mais tradicional corrida do automobilismo nacional e que está completando 50 anos nessa edição.

Maluhy fará sua estréia na prova e terá como companheiros os pilotos Hoover Orsi e Ricardo Maurício, que também correm na Stock Car V8. O trio vai representar a equipe Baluarte Racing a bordo de um Porsche GT3, disputando a categoria GT2 – que pode receber carros da FIA GT2, Porsche e Porsche Cup, todos com até 4.000 cm3.

“Em 2003, disputei os 500 km de Interlagos, com um protótipo de Fórmula 3, mas desta vez terei um desafio bem maior, já que Mil Milhas equivalem a 1.609 km. Fiquei muito feliz com o convite, especialmente por essa ser uma edição especial, que comemora 50 anos, terá mudanças no regulamento e vai contar com um grande número de carros importados e pilotos de alto nível”, declarou Maluhy.

O convite para o piloto participar da corrida foi feito por Ricardo Maurício, que já disputou outras provas com Fernando Nabuco, dono do Porsche GT3 que será pilotado pelo trio de pilotos da Stock.

“O Fernando queria montar uma equipe competitiva, com pilotos profissionais e pediu as indicações para o Ricardo, que escolheu o Hoover e eu. Acho que seremos um dos poucos times com pilotos de estatura semelhante e no mesmo nível de competição. Isso vai facilitar as trocas”, destacou o piloto, que é amigo pessoal de Hoover e Maurício, mas nunca dividiu a pilotagem com o dois anteriormente.

Os treinos classificatórios para a Mil Milhas Brasil acontecerão a partir de quarta-feira (dia 18). Maluhy aposta na tradição do Porsche GT3 nas corridas de longa duração para buscar um bom resultado. O retrospecto é positivo: a equipe foi campeã geral em 2003. No ano seguinte, ficou em segundo lugar no geral e em primeiro na categoria GT2. Em 2005, eles tiveram nova vitória na categoria e ficaram em quarto no geral.

“O carro tem a característica de não quebrar e em uma prova como essa é importante a confiabilidade do equipamento. O Porsche GT3 consegue andar constante durante a prova inteira, sem paradas extras. Vamos buscar a vitória na nossa categoria e lutar para estar entre os cinco primeiros no geral”, completou o piloto.

Na briga pela vitória, a equipe conta com o suporte de dois engenheiros alemães, que trabalham na fábrica da Porsche. Um deles está trabalhando no motor da equipe e outro será responsável pelo suporte na parte técnica da competição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *