Mini challenge: Rodrigo Hanashiro fatura a 2ª bateria do Mini Challenge nas ruas da ‘Califórnia Bras

Paulista fez bonito em Ribeirão Preto e conquistou seu melhor resultado na temporada; próximo desafio será no Velopark no dia 15 de maio

Mais calor, disputas equilibradas e bandeiras amarelas. Foi assim a segunda bateria do Mini Challenge, neste domingo, no circuito de rua montado no bairro Nova Aliança, em Ribeirão Preto. Rodrigo Hanashiro fez bonito, não cometeu erros e ganhou pela primeira vez no ano. Raphael Abbate e Vitor Genz completaram o pódio no interior paulista. Quarto colocado, o baiano Patrick Gonçalves manteve a liderança da tabela (104 pontos).

Logo na largada, a direção de prova teve de acionar o safety car por conta de um acidente envolvendo quatro carros. O culpado pela manobra foi Pedro Ernesto Barreto, que foi excluído da prova. Também não chegaram a completar a primeira volta Rolf Gemperli, Adriano Amaral e Leonardo Fortunato.

Hanashiro comemorou a vitória e contou como foi desafiar as ruas de Ribeirão Preto. “Acho que boa parte deste resultado se deve à largada, que foi importante para buscar a vitória. E, enquanto o pessoal brigava lá trás, comecei a abrir uma distância”, explicou. “A entrada do safety car também ajudou, porque a gente conseguiu dar uma respirada e amenizar um pouco calor. O Abbate deu uma pressionada no final, mas segurei bem e não iria deixar escapar a vitória de jeito nenhum.”

O vencedor disse que agora voltará a pensar em lutar pelo título do campeonato. “Depois dos resultados ruins nas duas primeiras etapas, finalmente veio uma vitória para dar uma virada. Já esgotei minha cota de erros do ano. Agora, é pensar em pontuar nas próximas etapas para alcançar os líderes”, finalizou.

O ribeirão-pretano Fabio Sotto Mayor prestigiou a terceira etapa e marcou presença nas disputas. “Ainda estou acostumado aos antigos Opalas, o estilo do Mini é bem diferente, mas muito gostoso. Só acho que falta um pouco de barulho”, brincou o piloto da terra. “Mas a divisão está bonita, com muitos jovens no grid, todos fazendo um espetáculo bacana”, completou.

Com uma pequena ‘folga’ no calendário, pois a próxima etapa será no dia 15 de maio, os pilotos já voltam suas atenções para a disputa no Rio Grande do Sul. Porém, novamente o Mini Challenge vai enfrentar as expectativas da estreia, afinal correrão pela primeira vez no Autódromo do Velopark, em Nova Santa Rita (RS).

O resultado da segunda bateria ficou assim:
1) Rodrigo Hanashiro, 26min49s009
2) Raphael Abbate, a 0s452
3) Vitor Genz, a 1s959
4) Patrick Gonçalves, 2s907
5) Cláudio Dahruj, a 6s325
6) Bruno Henriques, a 8s399
7) Eduardo Sheer, a 16s506
8) Mauricio Gallian, a 19s526

Não completaram
Sergio Burguer
Zeca Feffer
Franco Giaffone
Davi Pizzol
Rolf Gemperli
Adriano Amaral

Excluído
Pedro Ernesto Barreto

Os 10 primeiros do campeonato, após a terceira etapa:

1) Patrick Gonçalves, 104 pontos
2) Raphael Abbate, 84
3) Vitor Genz, 78
4) Cláudio Dahruj, 76
5) Rogerio Nassralla, 76
6) José Mario de Castilho, 68
7) Bruno Henriques, 68
8) Davi Pizzol, 63
9) Felipe Tozzo, 63
10) Matheus Castro, 57

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *