Super Cup Series: Nova categoria é lançada em Curitiba

Nova categoria do automobilismo brasileiro tem custos reduzidos e foco nos pilotos e patrocinadores

Investimento baixo com grande visibilidade para pilotos e patrocinadores. É a promessa da Super Cup Series, a mais nova categoria de automobilismo no Brasil, que foi lançada para pilotos e imprensa na quarta-feira (13.04), em Curitiba.

 

O projeto nasceu de uma parceria da MAPG – Maranata Agenciamento Publicitário e Max Power Racing, empresas que são idealizadoras do novo conceito e organizadoras do evento. A novidade é que os autódromos ou circuitos de rua utilizados nas oito provas do campeonato de 2011 contarão também com outros atrativos que tem por objetivo captar público e trazer retorno aos patrocinadores. Entre os diferenciais que somam: shows musicais, área de alimentação, simuladores de corrida, espaço kids, espaço mulher, orientação de trânsito, shows de acrobacias, eleição da miss Super Cup, feirão de carros, entre outros. A soma de todas essas atividades, desenvolvidas em três dias, alavanca visibilidade aos patrocinadores, aumenta o número de contatos e, consequentemente, incrementa a questão do marketing de relacionamento, além de criar dentro da cidade sede do evento um espaço de entretenimento para público de todas as idades.

 

A primeira etapa da Super Cup Series está programada para acontecer no final de semana que envolve os dias 27 (sexta-feira), 28 e 29 de maio. O grid de largada vai contar com 14 carros e dois na reserva e a organização já trabalha para que esse número chegue a 25 no ano que vem. A transmissão das provas terá cobertura da Rede Vida, Speed Channel e do programa Motor em Ação, no canal GNT. Continuam as negociações com canais fechados da NET, SKY, TVA e ESPN.

 

Os pilotos que já aderiram à categoria e os que vão aderir, são responsáveis por um investimento de R$ 15 mil por etapa. No caso de correrem em dupla, intercalando a pilotagem nas duas baterias oficiais do final de semana, o valor é de R$ 16 mil para os dois pilotos. O que representa uma cifra de R$ 120 mil para o campeonato inteiro para um piloto e R$ 128 mil para dois pilotos. Valores bem abaixo dos conhecidos atualmente nas categorias do automobilismo brasileiro. Fato que vai atrair inúmeros parceiros que tem interesse em ver sua marca presente no esporte, mas se sentiam sem possibilidade, devido aos altos valores de patrocínio praticados em outros campeonatos de automobilismo desta dimensão espalhados pelo país.

 

No pé, os pilotos contarão com 180 cavalos. O motor, montado pela Tecnologia Marques Motorsports, leia-se piloto Thiago Marques, é do antigo Super Clio, sem turbo, lacrado e igual para todos. As regras do campeonato só permitem alterações de calibragem nos carros, o que vai tornar as provas mais parelhas e disputadas. A bolha do possante por sua vez, foi totalmente reformulada, apresentando novo visual, moderno e vistoso. Em pista, por final de semana, a categoria terá quatro treinos livres de 20 minutos, dois treinos classificatórios de três voltas cronometradas e duas baterias oficiais de 30 minutos cada. Foi adotado também para a categoria um sistema de alimentação através de injeção eletrônica e adoção do Etanol como combustível oficial. Além de troféus e do tradicional champagne, os pilotos que subirem ao pódio contarão com premiação em dinheiro: R$ 4 mil para o campeão da prova, R$ 2.500 para o segundo colocado e R$ 1.500 para o terceiro.

 

SOBRE O CARRO

Motor- Renault 2.0 com 180 cavalos

Chassis – projetado pela Tecnologia Marques Motorsport, tubular spaceframe revestido de chapas de alumínio

Piso – plano de madeira e difusor de fibra de vidro

Amortecedores – JRZ, duas vias regulagem bump e rebound, barras estabilizadoras reguláveis

Carroceria – da extinta Super Clio, toda remodelada, sem vínculo com nenhuma montadora

Freios – Doppler, cáliper com seis pistões. Discos 330X30mm tanto na dianteira quanto na traseira

Câmbio –Sabef traseiro longitudinal – seis marcas seqüencial com power shift

Rodas – 18 polegadas com uma fixação

Pneus – 245x40x18

 

CALENDÁRIO DAS PROVAS

1ª etapa – Londrina – PR, 27, 28 e 29 de maio

2ª etapa – Curitiba – PR, 24, 25 e 26 de junho

3ª etapa – Santa Luzia – MG, 29, 30 e 31 de julho

4ª etapa – São Carlos – SP, 19, 20 e 21 de agosto

5ª etapa – Guaporé – RS, 23, 24 e 25 de setembro

6ª etapa – Cascavel – PR, 21, 22 e 23 de outubro

7ª etapa – Tarumã – RS, 11, 12 e 13 de novembro

8ª etapa – Londrina – PR, 09, 10 e 11 de dezembro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *