Moto: Gilson Scudeler dá show em Santa Cruz do Sul e se isola na liderança do Brasileiro de Motovelocidade

Duelos emocionantes nas provas das categorias Superbike e Hornet empolgaram as mais de sete mil pessoas que foram ao Autódromo Internacional de Santa Cruz do Sul para acompanhar a 2ª etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade. Gilson Scudeler, Danilo Andric, Maico Teixeira e Fábio Peasson foram os principais personagens de disputas eletrizantes.

Na etapa de Santa Cruz do Sul sempre há acidentes, e dessa vez não foi diferente.


Na primeira bateria da categoria Superbike, 9 pilotos se embolaram e caíram logo na primeira curva, provocando a interrupção da prova. Ninguém se machucou gravemente, e foi realizada uma nova largada.
 
Danilo Andric, que havia dominado os treinos e largou na pole position; e Gilson Scudeler, líder do campeonato, protagonizaram uma bela disputa no início da corrida. Aos poucos Andric foi se afastando, chegou a abrir seis segundos de vantagem, mas a cinco voltas do final sofreu uma queda por causa do desgaste dos pneus e não terminou a prova. Gilson venceu, com Murilo Colatreli em segundo e Robson Portaluppi em terceiro. “Trabalhamos a semana inteira preparando uma moto que não desgastasse tanto os pneus. Ela não ficou rápida, mas funcionou bem e eu pude pressionar o Danilo na hora certa”, explicou Gilson.
 
Por causa da queda, na segunda bateria Danilo Andric largou em 17º, mas fez um início de prova impressionante e na segunda volta já era o líder. Quatro voltas depois, porém, foi superado por Gilson Scudeler, que venceu de novo e se isolou ainda mais na liderança do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, com quatro vitórias e 100 pontos. “Eu comecei o campeonato com o objetivo de vencer o maior número de provas, e estou cumprindo a minha missão. Cada etapa vai ser mais difícil, mas eu vou tentar vencer todas, porque pretendo encerrar a carreira este ano e seria ótimo se conseguisse 100% de aproveitamento na temporada”, avaliou o piloto.
 
Danilo é o segundo colocado na classificação geral, com 61 pontos. “Eu consegui controlar melhor a moto e o desgaste dos pneus e fiz uma prova muito boa, mas andar atrás do Gilson é difícil, porque ele tem muita experiência. Espero que na próxima etapa, em Campo Grande, eu consiga superá-lo para entrar de vez na disputa pelo título”, afirmou Danilo.
 
A prova da categoria Hornet mais uma vez foi muito disputada. A poucos metros do fim o gaúcho Maico Teixeira ultrapassou Fábio Peasson, que caiu na última curva. Maico chegou em primeiro, e comemorou muito. “Não tem explicação vencer em casa. É bom demais, ainda mais que foi a primeira vitória de um gaúcho aqui em Santa Cruz”, afirmou. Alecsandre Brieda, o Doca, chegou em segundo mas foi desclassificado porque o chicote da moto estava alterado. Herbert Zangrossi também foi desclassificado, por usar combustível adulterado. O segundo lugar ficou com Carlos Cruz e o terceiro com William Pontes, o Pamonha. Carlos é o novo líder do campeonato, com 41 pontos. Doca tem 25.
 
Na 250cc, Igor Calura liderou de ponta a ponta e cruzou a linha de chegada 14 segundos à frente de Sandro Paganelli. O terceiro colocado foi Renan Ricardo. Sandro lidera o campeonato com 40 pontos. Igor tem 32. Na 250 JR os três primeiros foram Douglas Figueiredo, Danilo Lewis e Murilo Lara. Douglas se isolou na ponta da tabela de classificação, com 50 pontos. Lucas Mattei, 5º colocado em Santa Cruz tem agora 33 pontos e é o vice-líder.
 
A próxima etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade será nos dias 21 e 22 de junho, em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul. O evento tem patrocínio de Honda e Mobil. Apoio Pirelli. Supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo.
 
Confira abaixo os 10 primeiros colocados de cada bateria da 2ª etapa, em Santa Cruz do Sul:
 
Superbike – 1ª bateria
1- Gilson Scudeler
2- Murilo Colatreli
3- Robson Portaluppi
4- Bruno Corano
5- Leandro Panadés
 
Superbike – 2ª bateria
1- Gilson Scudeler
2- Danilo Andric
3- Murilo Colatreli
4- Robson Portaluppi
5- Leandro Panadés
 
Hornet
1- Maico Teixeira
2- Carlos Alberto Cruz
3- William Pontes
4- Mauro Thomassini
5- Paulo César Mariano
 
250cc
1- Igor Calura
2- Sandro Paganelli
3- Renan Ricardo
4- Diego Fernando
5- Marciano Santin
 
250 JR
1- Douglas Figueiredo
2- Murilo Lara
3- Ricieri Alberto
4- Lucas Mattei
5- Antônio Lazarini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *