MotoGP: Sem Fórmula 1 e superbike, Honda pode deixar MotoGP

A crise financeira global pode tirar a Honda de mais uma modalidade. Depois de anunciar sua retirada da Fórmula 1 e confirmar o término de sua equipe no Campeonato Americano de superbike, a montadora estaria analisando a possibilidade de abandonar também a MotoGP, segundo a revista espanhola “Solo Moto”.

O anúncio deve acontecer na próxima sexta-feira, dia 19 de dezembro. Enquanto isso, a Federação Internacional de Motociclismo (FIM) divulgou a lista oficial de pilotos e equipes para a próxima temporada com as presenças de Honda e Suzuki, que deixou o Mundial de Rali também em virtude de problemas financeiros.

Caso seja confirmada, a decisão contradiz o presidente da Honda, Takeo Fukui, que assegurou a permanência da empresa em outros programas esportivos há duas semanas. O próprio departamento de corridas da marca afirma que as motos também estão sob risco de, pelo menos, sofrer corte de gastos.

“Claro que não queremos desmentir as palavras do presidente, mas, nestes momentos, todos nossos projetos relacionados às motos estão sob consideração”, disse o departamento por meio de um comunicado.

De acordo com a publicação, o que pode salvar a Honda de mais uma “deserção” é o patrocínio da Repsol YPF, companhia petrolífera espanhola, cujo contrato com a equipe na MotoGP se encerra apenas no fim de 2009.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *