Motovelocidade: Brasileiro de Motovelocidade tem novidades

Na primeira etapa, marcada para os dias 11 e 12 de março, em São Paulo, o campeonato apresenta nova categoria para motos de até 1.000 cilindradas e parceria com a marca de pneus Michelin.


O Campeonato Brasileiro de Motovelocidade tem novidades na temporada 2006. Foi criada mais uma categoria, que promete disputa acirrada pelo título: a Superbike, direcionada a motos de até 1.000 cilindradas. Além disso, em todas as classes da competição – que incluem ainda a 125cc, 250cc, 500cc e Supersport (600cc) –, cada piloto utilizará por etapa um jogo com três pares de pneus da marca Michelin. Outra mudança refere-se às inscrições antecipadas, que agora podem ser efetuadas com 50% de desconto no site da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM), o www.cbm.esp.br.

As inovações serão apresentadas pela entidade na primeira etapa do campeonato, marcada para os dias 11 e 12 de março no autódromo de Interlagos, em São Paulo. A idéia de incluir motos quatro tempos de até 1.000 cilindradas nas corridas tem tudo para popularizar ainda mais o esporte, já que trata-se de um modelo facilmente encontrado nas ruas por sua versatilidade (serve tanto para competições quanto para passeio).


“Já temos um representante brasileiro no circuito mundial que corre nesta categoria, o Alexandre Barros”, lembrou Marcus Oliveira, diretor de prova da Confederação Brasileira de Motociclismo. “A Superbike 1.000 será a nossa categoria ‘rainha”, com motos mais potentes que ainda permitem a utilização em rua. Este tipo de modelo atrai muito o piloto brasileiro. Por isso a expectativa é de que a nova classe seja bem-aceita no campeonato”, continuou Oliveira.


Michelin – Até a temporada passada não havia restrição na quantidade de pneus a serem utilizados em cada etapa e marca ficava a critério de cada piloto. A parceria com a Michelin irá tornar a habilidade dos pilotos um fator ainda mais determinante. “O intuito da CBM em colocar esta nova regra no regulamento foi aumentar o equilíbrio das disputas, já que todas as equipes terão o mesmo modelo e a mesma quantidade de pneus. Isto ainda significa uma economia nos gastos dos competidores”, lembrou Marcus Oliveira.


Inscrições – As inscrições para a primeira etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade estão abertas. Até às 18h do dia 8 de março, os pilotos podem garantir seus lugares nas corridas de uma forma simples e segura. Basta acessar o site www.cbm.esp.br e ainda obter 50% de desconto na inscrição antecipada. 


Há possibilidade de se inscrever no dia 10 de março, no local do evento, das 10h às 18h. Porém, neste caso, será cobrado o valor total, ou seja, sem desconto.


Valores da inscrição
Anual: R$ 1.000,00
Antecipada (apenas da 1ª etapa) : R$ 150,00
No evento: R$ 300,00


Programação


Dia 10/3
Vistorias
Das 10h às 18h


Dia 11/3
Vistorias
Das 8h às 9h


Treinos livres
125cc – das 9h10 às 9h30
250cc – das 9h40 às 10h
500cc – das 10h10 às 10h30
Superbike / Supersport – das 10h40 às 11h05


Treinos Cronometrados
125cc – das 11h15 às 11h35 / das 14h às 14h30
250cc – das 11h45 às 12h05 / das 14h40 às 15h10
500cc – das 12h15 às 12h35 / das 15h20 às 15h50
Superbike / Supersport – das 12h45 às 13h10 / das 16h às 16h30
Briefing com a direção da prova – 16h45


Dia 12/3
Warm-Up
125cc – das 8h às 8h15
250cc – das 8h25 às 8h40
500cc – das 8h50 às 9h05
Superbike / Supersport – das 9h15 às 9h30


Provas
125cc – 10h45 (13 voltas)
250cc – 11h50 (14 voltas)
500cc – 13h10 (18 voltas)
Superbike / Supersport – 14h25 (20 voltas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *