Motovelocidade: Scud, Lucchini, Santin e Doca são os novos campeões brasileiros

Campeonato foi decidido neste domingo no autódromo de Interlagos.

Os novos campeões brasileiros de motovelocidade foram definidos neste domingo, no autódromo de Interlagos, em São Paulo. Gilson Scudeler (Honda) venceu a Superbike e chegou ao seu sexto título consecutivo; Otávio Lucchini conquistou a 250Jr e Alecsandre Brieda faturou a Hornet, ambos de Honda. Eles se juntaram a Marciano Santin, que comemorou a conquista na 250 com uma etapa de antecedência.

A prova paulistana fechou a temporada 2007 do Campeonato Brasileiro. A quinta etapa da competição nacional recebeu excelente público que lotou as novas arquibancadas de Interlagos e vibrou com o show de velocidade proporcionado pelos principais pilotos do país.

Superbike – O título do Campeonato Brasileiro na categoria Superbike foi decidido duas voltas após a largada da primeira bateria. O paulista Pierre Chofard, um dos dois pil otos que ainda tinham chance de conquista, foi ao chão, abrindo caminho para o hexacampeonato de Gilson Scudeler, que cruzou a linha em segundo lugar, atrás do goiano Cristiano Vieira.

“Este título teve um sabor especial. Comecei o ano com muitas dificuldades. Sofri uma fratura no ano passado e tive de conviver com isso durante toda a temporada”, contou o campeão.

Na segunda bateria do dia, Gilson Scudeler fechou a temporada com chave de ouro. O piloto paulista festejou a conquista do hexa com vitória. Em segundo lugar chegou Cristiano Vieira e Leandro Panades foi o terceiro.

250 – Murilo Ribeiro foi o vencedor da categoria 250. Ele cruzou a linha de chegada em segundo lugar, mas ganhou a primeira colocação com a desclassificação de Willian Costa, que havia sido o primeiro.

O título da 250 estava decidido desde a etapa anterior, disputada em Campo Grande (MS), quando Marciano Santin sagrou-se campeão. Murilo Ribe iro ficou com o vice e Maico Teixeira terminou com a terceira colocação.

250Jr – Apenas um ponto definiu o título da categoria 250Jr. O campeão foi o paulista Otávio Lucchini. Ele terminou a prova deste domingo na nona colocação na classificação geral e segundo entre os pilotos da Júnior, ficando apenas um ponto na frente de Douglas Figueiredo (86 a 85) no campeonato. “Eu corri com a mão (direita) fraturada, não sabia se teria condições de andar. Estou feliz porque vou correr o ano que vem na Copa Red Bull, nos Estados Unidos e Europa, motivado por esta conquista”, disse o campeão.

Hornet – Pode-se dizer que o título da categoria Hornet foi decidido no sábado. O ponto extra conquistado por Alecsandre Brieda por ter sido o mais rápido nos treinos classificatórios foi o que decidiu a competição a seu favor. Doca terminou a corrida na segunda colocação, chegando a xx pontos, um a mais que Carlos Cruz, o vencedor e vice-cam peão. “A tomada de tempo foi muito importante. Foi o que me deu o campeonato”, contou o piloto de Piracicaba.

Superbike

Primeira bateria

1o Cristiano Vieira (Honda)
2o Gilson Scudeler (Honda)
3o Danilo Andric (Suzuki)
4o Murilo Colatrelli (Suzuki)
5o Leandro Panades (Suzuki)

Segunda bateria

1o Gilson Scudeler
2o Cristiano Vieira
3o Leandro Panades
4o Murilo Colatrelli
5o Danilo Andric

250cc

1o Murilo Ribeiro (Honda)
2o Maico Teixeira (Honda)
3o Sandro Paganelli (Honda)
4o Igor Calura (Honda)
5o Marcos Mardegan (Honda)

250Jr

1o Diego Faustino (Honda)
2o Douglas Figueiredo (Honda)
3o Otávio Lucchini (Honda)
4o Lucas Corsini (Honda)
5o Lucas Mattei (Honda)

Hornet

1o Carlos Cruz (Honda)
2o Alecsandre Brieda (H onda)
3o William Pontes (Honda)
4o Fábio Peasson (Honda)
5o Carlos Medeiros (Honda)

Classificação final do Campeonato Brasileiro

250Jr

1o Otavio Lucchini 86 pontos
2o Douglas Figueiredo 85
3o Lucas Mattei 77
4o Diego Faustino 66
5o Danilo Lewis 43

250

1o Marciano Santin 82
2o Murilo Ribeiro 73
3o Maico Teixeira 64
4o Marcos Mardegan 62
5o Osmar Cefrin 49

Hornet

1o Alecsandre Brieda 108 pontos
2o Carlos Cruz 107
3o Fabio Peasson 85
4o Willian Pontes 49
5o Norton Masera 35

Superbike

1o Gilson Scudeler 191 pontos
2o Pierre Chofard 128
3o Leandro Panades 105
4o Danilo Andric 94
5o Murilo Colatrelli 89

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *