Mundial de Kart: Ingleses, irlandeses e brasileiros iniciam, nesta quinta, treinos em Guaratinguetá

Pilotos chegaram à cidade na quarta-feira e fizeram o reconhecimento do circuito. Alegria dos estrangeiros pela confirmação da competição contagiou os brasileiros, que são maioria no evento.

Os 20 pilotos confirmados para a disputa do Campeonato Mundial Biland de Kart começam na manhã desta quinta-feira (28) os treinos livres para a quinta edição do evento, que reúne representantes do Brasil, Inglaterra e Irlanda no Kartódromo Internacional de Guaratinguetá, a 180 km de São Paulo.


 


Os competidores estrangeiros chegaram à cidade na quarta-feira, e já fizeram o reconhecimento do circuito onde nos próximos três dias disputarão o título de melhor do mundo na categoria quatro tempos.


 


“Este é o maior campeonato que disputo na minha carreira, e estou muito feliz por estar aqui”, disse o irlandês David Yamamoto, terceiro colocado no campeonato nacional da Irlanda pela categoria Biland e um dos estrangeiros mais cotados para a vitória neste fim de semana.


 


Filho do veterano Eamonn Yamamoto, que há mais de 30 anos se dedica ao kartismo de competição, David correrá ao lado do pai na edição brasileira do Mundial de Biland. Os dois cuidam sozinhos do acerto de seus próprios karts e traduzem bem o espírito que trouxe os estrangeiros ao Brasil para o International Kart GP.


 


“Nós apenas queríamos competir com pilotos de outros países, e ficamos desapontados com a possibilidade do Mundial não ocorrer”, contou o patriarca da família Yamamoto, um sorridente neto de japoneses que aos 52 anos de idade também disputa o Campeonato Mundial pela primeira vez – embora seja o piloto mais experiente no circuito.


 


Os dois fizeram na tarde de quarta-feira um reconhecimento da pista ao lado do inglês Steve Bell e do brasileiro Alberto Cattucci, duas das maiores esperanças de título para seus respectivos países. Bell elogiou o circuito de Guaratinguetá e disse que, mesmo cansado pela viagem, fez somente uma parada rápida no hotel antes de se dirigir ao circuito.


 


“Não me classifiquei para os dois últimos mundiais de Biland por causa de um ponto no campeonato inglês. Por isso estava muito ansioso pela chegada deste dia”, declarou o piloto de 20 anos, que estreou nas pistas aos 12 e tem dois anos de experiência na categoria Biland.


 


Com onze representantes, a delegação brasileira é a mais numerosa no evento, seguida pela inglesa (5) e pela Irlandesa (4). Apesar da superioridade numérica, os pilotos locais seguem demonstrando respeito pelos estrangeiros e preferem esperar o início dos treinos para apontar os reais favoritos ao título.


 


“Por enquanto, eles são uma grande incógnita para nós, e nós somos o mesmo para eles”, disse Alberto Cattucci, que desde novembro do ano passado tem contrato de patrocínio assinado para a participação no Mundial de Biland. “Estou muito feliz por poder disputar esse título, e teria perdido uma grande oportunidade caso a prova não acontecesse. Meu objetivo agora é aproveitar ao máximo o intercâmbio com os pilotos de outros países e, principalmente, terminar a competição bem colocado”, encerrou Cattucci.


 


Apoio local – No final da tarde da última quarta-feira (27), os promotores do V International Kart GP e membros das duas delegações internacionais presentes no Brasil participaram de uma reunião com representantes da Prefeitura de Guaratinguetá, e receberam total apoio do Procurador Geral do Município, Dr. Rubens Duarte, para a realização do evento. “Nosso objetivo sempre foi trabalhar pelo desenvolvimento do esporte, e ficamos muito felizes com o apoio que estamos recebendo do pessoal de Guaratinguetá”, encerrou Paulo Breim.


 


Confira a lista de inscritos para o V International Kart GP.


 


#1 – Alexandre Silva (Brasil)
#2 – Jennifer Costa (Brasil)
#3 – James Hammond (Inglaterra)
#4 – Marcelo Cascão (Brasil)
#5 – André Girotto (Brasil)
#6 – Alberto Cattucci (Brasil)
#7 – Steve Bell (Inglaterra)
#8 – John Elliffe (Irlanda)
#9 – Thomas Buckley (Irlanda)
#10 – Ben Bertolini (Inglaterra)
#11 – David Yamamoto (Irlanda)
#12 – Luke Williams (Inglaterra)
#13 – Lucas Finger (Brasil)
#14 – Eamonn Yamamoto (Irlanda)
#15 – Alex Grigoletto (Brasil)
#16 – Daniel Ramalho (Brasil)
#17 – Danilo Ramalho (Brasil)
#18 – Christiano Mattheis (Brasil)
#19 – Márcio Arcoverde (Brasil)
#20 – Anwar Beroual-Smith (Inglaterra)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *